Eliud Kipchoge

Oficializado o adiamento da Maratona de Londres deste ano, prova que seria também palco de um verdadeiro confronto de gigantes entre o queniano Eliud Kipchoge e o etíope Kenenisa Bekele, eis que começam a surgir as reacções dos protagonistas. Ambos lamentaram a situação, mas também desejaram que a normalidade regresse assim que possível.

A decisão, já esperada devido aos sucessivos cancelamentos das mais variadas provas, foi divulgada há pouco mais de 48 horas: a organização da Maratona de Londres, uma das Six Majors, decidiu adiar a edição deste ano para 4 de outubro devido ao surto de coronavírus.

LEIA TAMBÉM
Coronavírus adia duelo Bekele-Kipchoge em Londres e Boston também tem nova data

Inicialmente agendados para 26 de abril, os 42,195 km londrinos tinham sido o palco escolhido para o confronto entre dois dos principais e maiores maratonistas da atualidade: o queniano Eliud Kipchoge, recordista do mundo e campeão olímpico da Maratona, e o etíope Kenenisa Bekele, recordista mundial dos 5.000 e 10.000 metros, além de detentor da segunda melhor marca mundial da Maratona, conseguida na Maratona de Berlim no ano passado.

Questionado sobre a decisão da organização da Maratona de Londres, Eliud Kipchoge veio já dizer que trata-se de «uma má notícia», mas que respeitav totalmente a decisão dos organizadores, «uma vez que salvaguardar a saúde pública deve ser a nossa principal prioridade».

Depois de Tóquio, também a Maratona de Londres, outra das Six Majors, foi adiada, devido ao coronavíus
Depois de Tóquio, também a Maratona de Londres, outra das Six Majors, foi adiada devido ao coronavíus

Assim, «aos milhares de corredores que, ao longo dos últimos meses, têm estado ao meu lado, preparando-se também para este objetivo que era a Maratona de Londres, gostaria de lhes deixar a seguinte mensagem: estou orgulhoso do esforço que fizeram para participar nesta viagem, sendo que peço-vos que continuem sorrindo e a lutar pelo próximo objetivo que tenham no vosso horizonte, continuando a correr de uma forma fluída e positiva. Da minha parte, espero poder voltar a partilhar a linha de partida com todos vocês, muito em breve».

«Espero voltar num futuro próximo», diz Bekele

Quanto a Kenenisa Bekele, o etíope reagiu à decisão de adiamento da Maratona de Londres através da sua conta oficial no Instagram, afirmando que «tinha muita vontade de participar nesta edição da Maratona de Londres, ainda que entendo que organizar um evento da dimensão da Maratona de Londres não é, neste momento, algo possível. Assim, espero voltar a Londres num futuro próximo e, com sorte, demonstrar a óptima forma em que me encontro a todos os fãs que tenho no Reino Unido».

LEIA TAMBÉM
Marathon des Sables é a mais recente vítima do coronavírus

Resta agora aguardar que o coronavírus seja derrotado, se possível até ao início de outubro, e esperar que este confronto de gigantes tenha, efetivamente, lugar…