Taylor Ceepo, de 22 anos, desmaiou em plena Maratona de Cleveland, morrendo um pouco mais tarde no Hospital Universitário local, mesmo depois de assistida na prova pela equipa médica da corrida.

Segundo os responsáveis médicos do Hospital Universitário de Cleveland, Ceepo já chegou sem vida ao local. Os mesmos não revelaram as causas da morte devido a política de privacidade da instituição.

A atleta, que terminou recentemente o curso de Biologia na Walsh University, onde jogava futebol, foi o caso mais grave de uma prova que apresentou cerca de 70 pessoas com problemas físicos, concretamente problemas ortopédicos, entorses musculares e, principalmente, desidratação.

De referir que a Maratona de Cleveland foi realizada com muito calor, sendo a mais quente dos últimos anos. Os termómetros registaram cerca de 28 graus, quando a média é de 20 graus, revela o site cleveland.com.