A Marathon du Médoc vende-se como “A Maratona mais lenta do Mundo”, já que os seus participantes, durante o seu percurso, passam por inúmeras vinhas, onde são convidados a provar as especialidades de cada bodega, além de comerem, por exemplo, ostras. As inscrições para a 35.ª edição, a 7 de setembro, já estão abertas. O tema da prova deste ano são os super-heróis.

 

Clique na imagem para ver o Instagram da Marathon du Médoc
Clique na imagem para ver o Instagram da Marathon du Médoc

No total, os 8500 corredores, limite máximo de participantes, que se esgota num ápice, têm cerca de 6h30 para terminarem a prova, ou seja, tempo suficiente para provarem as iguarias que são oferecidas ao longo do percurso, que conta, por exemplo, com mais de 22 degustações de vinho, além de outras regalias gastronómicas, não estivéssemos em França, numa região dominada pelas vinhas locais.

Durante o trajeto, nota ainda para a presença de 52 bandas de música que animam esta singular corrida, uma das mais famosas de França.

LEIA TAMBÉM
Corredor comemora antes do tempo e perde um cheque de cerca de 66 mil euros

Como é habitual, os corredores que se vestirem de acordo com a temática sugerida, neste caso, os super-heróis, são beneficiados com mais vinho, razão pela qual é necessário um tempo alargado para a conclusão da prova…

Vencedores da Marathon du Médoc ganham o seu peso em… vinho

Mas a prova tem outras atrações: ‘pasta-party’ e degustação de patés na sexta-feira, no castelo Larose Trintaudon; depois da corrida, no sábado, degustação de vinhos e fogos de artifícios; no domingo, um passeio pelas vinhas, com mais provas de vinhos. Ou seja, a Marathon du Médoc é mais do que uma corrida, é uma experiência única de vida.

Como curiosidade, os vencedores da edição de 2018 foram Denis Mayaud (2h25m43) e Raphaelle Jourdrin (2h58m52). Como prémio, ambos ganharam o seu peso em… vinho.