O espanhol Kilian Jornet regressou aos triunfos esta sexta-feira após quatro meses inativo devido a intervenções cirúrgicas aos ombros. Tudo aconteceu esta sexta-feira, na Taça do Mundo de Esqui.

 

Após afastado dos grandes palcos, principalmente da época de Inverno, que muito aprecia, o espanhol Jornet voltou a colocar novamente um dorsal, desta vez na Taça do Mundo de Esqui de Montanha, concretamente na etapa de Puy, em Sant Vincent, França.

O espanhol competiu em duas provas. Ontem, quinta-feira, Jornet alcançou o quarto lugar na categoria individual (no entanto, ainda liderou a prova por largos quilómetros), hoje venceu o KM Vertical, após uma dura batalha com o suíço Werner Marti. O catalão ganhou a prova em 27m03, enquanto o helvético registou 27m09 (o último lugar foi para o italiano Boscacci, com 27m39).

O objetivo de Jornet, que admitiu que a sua recuperação foi mais rápida do que imaginava, foi ganhar ritmo competitivo para o resto da temporada. Nesta primeira fase, o espanhol centra as suas atenções para os meses de março e abril, mais precisamente para as provas da La Grande Course.

«Pierra Menta e Tour du Rutor são duas provas clássicas, com um ambiente e percurso espetaculares. E Altitoy é uma das provas mais bonitas dos Pirenéus», afirmou Jornet, que regressou aos treinos há cerca de um mês

«Estou a ganhar força e mobilidade, mas vou competir com muita precaução»

Recorde-se que o espanhol Kilian Jornet, um dos grandes nomes do Trail mundial e algo responsável pela explosão da modalidade em termos mediáticos devido aos seus feitos, foi operado aos ombros em outubro de 2017 devido a constantes luxações. Apesar de ter regressado mais cedo do que o esperado, como o próprio admitiu, o espanhol referiu que não vai arriscar na sua recuperação.

Para felicidade dos adeptos, Kilian Jornet está de regresso
Para felicidade dos adeptos, Kilian Jornet está de regresso

«A minha prioridade é ganhar força e mobilidade, mas vou competir com muita precaução.»

Todos aguardam agora a programação do espanhol para o calendário de Trail deste ano. No ano passado, Jornet esteve presentes em seis provas (Marathon Mont Blanc, Hardrock 100, Sierre Zinal, Glen Coe Skyline, Marató Pirineu e UTMB), alcançando cinco vitórias (foi segundo no Ultra Trail Mont Blanc).

LEIA TAMBÉM
Kilian Jornet operou os dois ombros