diretorbarkley1

Com números que impressionam (em 30 anos, apenas 14 atletas conseguiram terminar as 30 edições), terminou esta terça-feira mais uma Barkley Marathon (começou no sábado), considerada a prova mais dura do mundo. Para termos uma ideia da dificuldade desta peculiar corrida, no ano passado nenhum corredor conseguiu terminar a prova. Este ano o feito foi alcançado apenas por um…

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado! 

 

Os epítetos para a Barkley Marathon são inúmeros, tais como «A Ultra mais dura do Mundo» e «A corrida mais extrema do planeta», por exemplo. Não é para menos, já que, em 30 edições (a primeira realizada em 1986), e com uma média de 40 participantes em cada uma, apenas 14 atletas conseguiram terminar o percurso em 60 horas, tempo limite para concretizar a corrida (cinco voltas de 32 km). Portanto, temos uma média inferior de um finalista… a cada duas edições.

diretorbarkley2

Destes finalistas, há um muito especial: Jared Campbell, de 36 anos, único atleta a vencer esta peculiar corrida por três vezes, a última este ano. Com o triunfo de hoje, Campbel ultrapassou Brett Maune, que também tem duas vitórias.

A corrida deste ano foi uma das mais conseguidas dos últimos anos, já que três corredores conseguiram alcançar a última volta, algo muito raro de acontecer. Além de Jared Campbell, também Gary Robbins e John Kelly conseguiram sonhar com a chegada. Este último chegou 15 minutos antes do tempo limite da quarta volta, acabando por dormir 200 metros depois da linha da meta… Já Robbins quebrou pouco depois, aumentando a glória de Campbell, que chegou com o tempo de 59h30.

Este ano, oito mulheres começaram a prova. Quatro realizaram uma volta, enquanto Jennilyn Eaton, de 29 anos, com duas voltas completas, foi quem chegou mais longe.

De referir que a organização já revelou que a prova do próximo ano será modificada, aumentando a sua dificuldade, já que, na Barkley Marathon, o normal não é alguém terminar a prova, mas é a prova não ter nenhum vencedor. E Campbelll teima em contrariar a história…

LEIA TAMBÉM:
«Barkley Marathon»: mais uma vitória da… montanha
Sim, eles terminaram por duas vezes a prova que ninguém termina