O foco na corrida é muitas vezes confundido com o objetivo, um erro que acaba por limitar a nossa progressão como corredores. É verdade que um não vive sem o outro, mas isso não significa que ambos sejam sinónimos, muito pelo contrário.

Sports Mental Coach, Jorge Boim, da Hypno Coaching, ressalta que há dois tipos de foco, um mais estreito e outro mais largo. Qual o mais correto? Nenhum, apenas são focos diferentes. O que o especialista defende é que, quando estamos somente focados no objetivo, deixamos de fazer o que é necessário para lá chegar.

Portanto, o corredor deve estar focado naquilo que está a fazer e não no seu objetivo propriamente dito.

Neste podcast, Jorge Boim revela estratégias que todos podemos utilizar nas nossas corridas, ao mesmo tempo que questiona o discurso exterior que acaba por determinar o nosso comportamento, seja na corrida mas também no nosso dia-a-dia. Um discurso que nos afasta do presente, já que apenas olha para o objetivo, ignorando por completo o presente, onde o nosso foco deve estar.

LEIA TAMBÉM
Ouça outros podcasts

Na sociedade na qual vivemos, apenas vemos o resultado final, ignorando por completo o conhecimento do processo de como este ou aquele atleta lá chegou.

Por fim, Jorge Boim fala ainda sobre a “dor de burro”, mas também das dores musculares, revelando estratégias para evitar estes incómodos “companheiros” dos corredores nas corridas.

Portanto, este podcast é uma mudança de “chip” fundamental para a melhoria da nossa perfomance. «Sem foco dificilmente vamos atingir o objetivo», conclui Jorge Boim.

Eu quero escutar pelo Spotify
Eu quero escutar pelo Google Podcast
Eu quero escutar pelo Anchor
Eu quero ver no Youtube
Eu quero ver todos os vídeos do Youtube