Uma enfermeira de Queenstown acaba de fixar um novo recorde na travessia da principal ilha da Nova Zelândia, num total de 3.005 quilómetros: 57 dias e 12 horas.

A nova recordista na travessia da Nova Zelândia, que é também uma corredora amadora, de nome Brooke Thomas, decidiu assumir este desafio também como uma iniciativa de solidariedade para com a organização HeartKids, para a qual acabou angariando um total de 22 mil dólares neozelandeses, ou seja, perto de 13 mil euros/86500 reais.

Brooke Thomas, que inclusivamente tem problemas cardíacos, os quais a obrigam a ter um pacemaker, conseguiu ainda assim bater o anterior recorde em cerca de uma semana.

LEIA TAMBÉM
Florian Gomet correu descalço 3.500 km em 88 dias

Assumindo querer também testar os seus limites, a enfermeira neozelandesa revelou, no final, que, ao contrário do que esperava, os seus limites ainda não foram alcançados.

«Foi uma aventura e estou tão animada por finalmente ter conseguido fazer isto. Tenho certeza de que só vou assimilar aquilo que fiz quando estiver em casa, nos próximos dias, quando as coisas desacelerarem um pouco. Tem sido incrível», afirmou em declarações à rádio local RNZ.

Foto: Brooke Thomas Instagram

Sobre o desafio propriamente dito, Brooke Thomas recordou que os traçados difíceis acabaram por criar alguns momentos verdadeiramente desafiantes.

«A navegação nem sempre está disponível, até porque atravessamos montanhas muito altas, pelo que eu estive bastante tempo sozinha para pensar sobre o que me motiva. E a resposta que invariavelmente surgia era a seguinte: “Não estou em guerra, não estou lutando numa cama de hospital, apenas faço algo que escolhi fazer e que adoro fazer“», afirmou a enfermeira após a sua travessia na Nova Zelândia.