Detentor da melhor marca do mundo na Maratona, Eliud Kipchoge não é, no entanto, apenas e só corrida. A demonstrá-lo a mais recente produção fotográfica feita pela GQ com o recordista mundial no seu Quénia natal, mas também vestido de uma forma como – garantimos! – nunca o viu!

Numa reportagem em que o campeão do mundo da Maratona se deixa ver como nunca havia feito até aqui, a verdade é que também no texto é possível encontrar factos novos sobre Eliud Kipchoge. A começar, e desde logo, por gostar de ler livros de gestão nos tempos livres.

A par deste gosto por este género de literatura, Eliud Kipchoge aborda igualmente a sua vida fora da corrida. Neste entrevista à GQ, o queniano, e apesar das exigências da competição, revela, por exemplo, que não deixa de tirar um dia de descanso todas as semanas, geralmente no domingo, mas também às quintas-feiras, quando planta milho e cria gado.

No entanto, ainda mais impressionante que a forma desarmante como Eliud Kipchoge encara qualquer pergunta, são as fotos e, principalmente, o guarda-roupa com que o maratonista se deixa fotografar neste trabalho da GQ. Não em posses de corrida, mas como um autêntico modelo fotográfico e com muito estilo, algo realmente marcante.

De resto, emoldurado pelos vários ambientes da sua terra natal, em Nandi County, Kipchoge teve como conselheiro de moda, na escolha da roupa, o diretor de moda da própria GQ, Mobolaji Dawodu, um americano de origem nigeriana.

Uma matéria realmente espetacular que mostra-nos o campeão da Maratona como, definitivamente, nunca o havíamos visto!…

LEIA TAMBÉM