Depois de, no passado mês de agosto, ter fixado um novo recorde do mundo na Meia-maratona para atletas com 55 anos ou mais, o francês de origem marroquina Mohammed El Yamani acaba de acrescentar mais um recorde ao seu já extenso palmarés. Desta feita, o dos 10.000 metros em pista, graças a um tempo de 33m08 e que passa a ser recorde de França.

Com esta marca, Mohammed El Yamani suplantou o anterior recorde dos 10.000 metros na sua categoria etária, retirando 37 segundos a uma marca que vigorava desde 1995.

«Correr, para mim, significa alegria de viver», comentou à imprensa gaulesa El Yamani após o derrube do recorde. «Quando corro, não sei se respiro oxigénio ou felicidade. A longevidade tem origem na minha paixão pela corrida e a diversão é o motor desta paixão».

Foto: Team Lenglen Running Paris Facebook

Ainda de acordo com francês, «é certo que corro sempre para ser o mais eficaz possível, mas nunca fiz da minha idade um argumento na minha carreira. Quando coloco um dorsal é para competir com os melhores. De vez em quando digo que me esqueci de envelhecer, tenho 30 anos de idade e 26 anos de experiência. […] No entanto, tenho a mesma vontade de vencer de quando comecei».

LEIA TAMBÉM
10 km: Martín Fiz regista novo recorde do Mundo na categoria M55

«Embora mantenha o objectivo de melhorar sempre, também sei que não conseguirei aproximar-se dos tempos que realizava quando comecei», confessa El Yamani- «No fundo, eu continue a acreditar nisso até porque também é isso que me motiva a ser cada vez mais competitivo.»

Mohammed El Yamani corre, atualmente, pelo clube de atletismo parisiense Team Lenglen.