Em outubro último, o ugandês Joshua Cheptegei, campeão mundial dos 10.000 metros em Doha no ano passado, alcançou o registo mundial da distância. Agora é hora de ver um mini-documentário sobre o seu registo.

O documentário de Joshua Cheptegei acaba por colocar um ponto final no ano mágico do corredor ugandês, que alcançou em outubro o seu terceiro recorde mundial em 2020.

Em fevereiro último, alcançou o recorde do mundo nos 5k no Principado de Mónaco (12m51). Depois, a 14 de agosto, e também no Principado de Mónaco, o recorde do mundo dos 5.000 metros (12m35s36).

LEIA TAMBÉM
Seis curiosidades sobre Joshua Cheptegei que não sabia

E, em outubro, o registo mundial nos 10.000 metros, que estava na posse de Kenesisa Bekele (26m17s53) e que agora está na posse de Cheptegei, que correu a distância em 26m11s00 (13m07s08 + 13m03s02), a um ritmo de 2m37/km (25 voltas de 400m a 62s84).

Para conhecermos por dentro deste registo mundial, a NN Running lançou esta semana o documentário Taking the Throne, que revela os bastidores do feito de Joshua Cheptegei.

Há algo melhor para começar o fim-de-semana do que ver o documentário de Joshua Cheptegei?

Recorde-se que a NN Running Team tem produzido alguns documentários nos últimos tempos com os seus principais atletas, sendo um dos mais interessantes Long Run (veja aqui), que revela a importância do longão para Eliud Kipchoge, Kenenisa Bekele, Geoffrey Kamworor e Cheptegei.

«O longão é crucial para mim. Faz com que o meu corpo possa correr por muito mais tempo», refere Eliud Kipchoge, recordista do mundo da Maratona com o tempo de 2h01m39 (e o primeiro homem a correr a Maratona em menos de 2 horas).