Devido a pandemia da Covid-19, em Espanha só é permitido correr de manhã ou ao final do dia. Portanto, muitos corredores começaram a questionar se era melhor treinar no início ou no final do dia.

Em Espanha, que prolongou o Estado de Emergência por mais um mês, só é permitido fazer exercício físico entre às 6-10h00 e 20-23h00. Fora desse horário, os corredores, por exemplo, são multados.

Quando a medida governamental foi revelada, houve na ocasião muita discussão no Mundo da Corrida espanhol se o melhor era treinar de manhã ou ao final do dia.

Uma polémica, de certo modo, infrutífera, já que não há, cientificamente, nenhum estudo que defenda uma corrida antes do dia de trabalho ou depois. Na realidade, tudo dependerá da disponibilidade de cada um, assim como do desejo de calçar os ténis e ir correr.

No entanto, e devido a pandemia, neste caso em concreto talvez seja mais benéfico correr de manhã, já que há um menor fluxo nas ruas da cidade do que no final do dia. Outra vantagem de madrugar é ter a certeza de que o treino já foi feito. Portanto, e caso aconteça algum imprevisto ao longo do dia, o planeamento não será afetado (e todos sabem a importância da rotina na corrida).

Já o treino vespertino poderá servir de relaxamento para os corredores após um dia de stress no trabalho, além de, à medida que o dia termina, provavelmente será mais agradável correr quando estamos muito próximos do Verão.

Ou seja, resumidamente, correr de manhã ou ao final do dia dependerá muito da organização do corredor, não existindo, até ao momento, alguma certeza científica. Na verdade, o importante é… correr.