Após seis anos na estrada, o site corredoresanonimos.pt chega ao fim esta quarta-feira, 10 de novembro de 2021.

A paixão pela corrida fez com que o corredoresanonimos.pt nascesse de forma despretensiosa mas, gradualmente, acabou por ganhar um espaço significativo na minha vida. No entanto, esse espaço é hoje incompatível de conjugar com a minha vida profissional e pessoal. 

Infelizmente, o projeto em si não vingou em termos comerciais por esta ou aquela razão (confesso que, em determinado momento, este foi o seu objetivo) e sou agora obrigado a fazer uma escolha, que determina o fim do site corredoresanonimos.pt.

Humildemente, acredito que, ao longo deste período, fomos uma mais-valia para a modalidade, já que conseguimos levar a Corrida aos seus praticantes e admiradores, ao mesmo tempo que o site deu voz aos seus protagonistas, tanto aos atletas como aos corredores anónimos, pois foi sempre o meu desejo dar alguma luz ao corredor do pelotão, a verdadeira alma da Corrida.

O PRIMEIRO ARTIGO DO CORREDORES ANÓNIMOS
Maratona do Funchal: faltou pouco para desistir…

Na hora do adeus, do cruzar a meta, gostaria de AGRADECER DE CORAÇÃO aos nossos colaboradores (ainda foram alguns, não os consigo nomear a todos, mas não posso deixar de referir os nomes de Bárbara Alves, Belino Coelho, Fernando Alves, Fernando Henrique, Francisco Cruz, Jorge Boim, Márcia Malvina, Marco Pereira e Sérgio Diamantino) e, principalmente, aos que acompanharam o nosso trabalho, de forma esporádica ou mais regular. 

A corrida está terminada e, felizmente, estou mais que satisfeito com o meu “pace”, principalmente pela Comunidade construída (em particular no Instagram, com menos de um ano de vida regular) e por procurar entregar sempre aquilo que essa mesma Comunidade exigiu, que posso resumir em quatro pilares: informação, conselhos, fait divers e entrevistas. 

Agora é hora de focar em outras metas e correr outras provas na estrada da vida. No cruzar da meta do corredoresanonimos.pt, gostaria apenas de dizer um sincero… MUITO OBRIGADO!