Em Albignasego, em Itália, uma corredora foi multada em 400 euros depois de ser apanhada a correr a 6 quilómetros da sua casa. Recorde-se que, em Itália é permitido correr, embora haja regiões em que tal é proibido.

Segundo o jornal online Il Gazzettino, a corredora corria tranquilamente pelos arredores de Albignasego, longe do olhar de todos. O problema aconteceu após ser abordada por um carro da polícia…

Questionada pelos agentes, a corredora, para justificar onde estava, muito longe da sua casa, disse que um cão tinha fugido de um jardim e começou a persegui-la.

Com medo de ser atacada, a corredora revelou que fugiu a uma grande velocidade, acabando por se encontrar muito longe da sua casa, concretamente a seis quilómetros, ou seja, muito além dos 200 metros permitidos.

LEIA TAMBÉM
Espanha: corredora agride polícia que a deteve por não respeitar proibição
Ex-recordista do mundo da Maratona Wilson Kipsang detido por furar recolher obrigatório

Evidentemente, os agentes da polícia não acreditaram no relato da corredora e a corredora acabou por ser multada, concretamente uma multa de 400 euros.

De referir que, escreve o jornal italiano, a mesma desculpa foi dada por um outro morador, também moradopr de Albignasego. Aproveitando o bom tempo da Primavera, o trausente foi dar um passeio e acabou por ser interpelado a dois quilómetros da sua casa.

Como justificação, disse que o seu cachorro tinha fugido e que não o podia abandonar. Uma desculpa que também não convenceu os agentes da polícia, que, sem contemplações, passaram uma multa de 400 euros.

Moral da história? Em Albignasego, não utilizem mais os cachorros como desculpas para saírem de casa…

Foto: Leon LiuUnsplash

LEIA TAMBÉM