O mundo do desporto aguarda a reestreia de Ronaldo no Manchester United no sábado, contra o Newcastle, um retorno que não deixa indiferente um dos grandes admiradores do português, Usain Bolt.

«Cristiano Ronaldo está a outro nível, é uma máquina. Ele exige muito de si próprio, o que vai fazer com que os jogadores do United exigem muito deles. E isso só vai melhorá-los», defendeu Usain Bolt, que é um adepto ferrenho do Manchester United.

«Acredito que Ronaldo jogará até aos 42 anos. Ele está sempre em forma e a um nível superior a muitos jovens devido ao seu trabalho e dedicação», afirmou Bolt, recordista mundial nos 100 e 200 metros.

Numa entrevista concedida à BBC, Bolt admitiu que não está ao nível de Ronaldo e por isso não se vê a correr aos 35 anos: «Já é tarde», confessou.

LEIA TAMBÉM
Veja o emocionante título do norte-americano Ben True nos 20 km

«Se tivesse regressado, seria para estes Jogos Olímpicos

Algo que até pensou. O problema foi o seu treinador,  Glenn Mills…

«Ele olhou para mim e disse: ‘Nem comeces!’. Se ele não fosse o meu treinador, não iria, porque acredito no seu trabalho. E se ele fala não, é isso, não. Mas admito que tinha esse desejo…»

Bolt falou ainda sobre o duelo da velocidade que hoje apaixona os amantes do Atletismo, entre as compatriotas Shelly-Ann Fraser-Pryce e Elaine Thompson-Herah. O jamaicano acredita inclusive que essa rivalidade poderá ditar novos recordes do mundo, seja nos 100 ou nos 200 metros.

«Quando as vi dar um passo à frente e correr, acreditei que algo poderia ter acontecido. Elaine melhorou muito a sua técnica individual, mas também Shelly-Ann, que corre muito mais na vertical, a sua fluidez parece muito melhor. Por isso, acredito que ambas têm condição de bater os recordes do mundo, algo que seria muito bom para a modalidade.»