O etíope Kenenisa Bekele, antes de correr a Maratona de Londres contra Eliud Kipchoge, a 26 de abril, vai correr contra Mo Farah na The Vitality Big Half, a 1 de março.

Na sua carreira, Bekele só correu uma Meia-maratona, em 2103, concretamente a Great North Run, em Newcastle, numa prova onde derrotou precisamente Mo Farah (e Haile Gabresalassie…), numa prova que é recordada por muitos ainda hoje devido ao seu espetacular final.

O reencontro entre Bekele e Mo Farah acontecerá agora na The Vitality Big Half, a 1 de março. Enquanto o etíope vai preparar o seu grande desafio do ano, a Maratona de Londres (recorde-se que Bekele quase superou o recorde do mundo de Kipchoge na Maratona no ano passado, falhando por três segundos, em Berlim), o britânico correrá a The Vitality Big Half com o intuito de preparar os Jogos Olímpicos de Tóquio, onde regressará aos 10000 metros.

«Esta será a minha primeira vez na Big Half e será um bom teste para mim na preparação para a Maratona de Londres», admitiu Bekele.

Já Farah afirmou que estava «bastante entusiasmado por voltar à Big Half e dar início à minha época. Todos sabem o quanto adoro correr em Londres. É a minha cidade e dá-me sempre uma emoção imensa voltar e correr aqui».

LEIA TAMBÉM
Kipchoge, Bekele, Kosgei, Muhammad… 2019, o ano de sonho da Corrida

Na Meia-maratona, o melhor tempo de Mo Farah é 59m05, enquanto Bekele tem 60m09. O terceiro melhor tempo na prova é do britânico Chris Thompson, com 61m00.

No feminino, a elite é toda com corredoras locais. As três melhores são Hayley Carruthers (71m03), Eleanor Davis (72m34) e Clara Evans (72m49).

LEIA TAMBÉM

Foto: The Vitality Big Half