Tóquio 2020

O presidente do Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Yoshiro Mori, revelou que «é absolutamente impossível» adiar novamente o evento.

«A primavera sempre chega, com toda a certeza a manhã chegará, inclusive depois de longas noites. Acredito nisto. Para dar alegria e esperança a todos, faremos de tudo para que os Jogos sejam realizados», afirmou Yoshiro Mori ao jornal The Guardian, garantindo no entanto que os Jogos não serão adiados novamente. Ou seja, adiar novamente os Jogos Olímpicos de Tóquio está fora de questão.

O dirigente revelou também que, em fevereiro ou março, o comité dos Jogos terá de tomar ainda uma decisão muito difícil, concretamente se será permitida a entrada de estrangeiros no país. Neste momento, o Governo japonês exige exames negativos realizados 72 horas antes para quem deseja entrar em Tóquio.

LEIA TAMBÉM
Jogos Olímpicos de Tóquio 2020: World Athletics divulga novas datas para a qualificação

Recorde-se que os Jogos Olímpicos de Tóquio estão agendados para ter início a 23 de julho e terminam a 8 de agosto. No entanto, a opinião pública japonesa não parece disposta a receber o evento. Recentemente, uma sondagem da cadeia pública NHK revelou que apenas 16% dos nipónicos desejam a realização dos Jogos.

Refira-se que, neste momento, o Japão vive uma terceira vaga da Covid-19 e Tóquio vive mais uma vez o Estado de Emergência. Deste modo, adiar os Jogos de Tóquio não é uma hipótese fora de hipótese, muito pelo contrário…

Entretanto, quem não vai participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio é a Rússia, como decidiu o Tribunal Arbitral do Desporto há alguns meses. Tudo devido ao esquema de doping no país. Além dos Jogos, os russos estão impedidos de participarem das principais competições desportivas mundiais nos próximos tempos, como o Mundial de Futebol, em 2022, no Qatar.