Seja antes ou depois do pequeno-almoço, almoço e jantar, nos treinos é imprescindível conciliarmos o esforço físico com a alimentação.

Está mais do que provado que, por mais que tenhamos um treino idealmente perfeito, tudo será em vão se o abastecimento não for o… conveniente. Por isso, e segundo várias pesquisas e estudos, aqui deixamos alguns conselhos para os treinos antes ou depois do pequeno-almoço, almoço e jantar, por exemplo.

  • Treinar antes do pequeno-almoço
    Ao contrário do que muitos pensavam, as recentes pesquisas revelam que não é pecado treinar de barriga vazia, desde que estejamos em boa forma física e que a duração do treino não ultrapasse os 60 minutos. Mas atenção: é necessário, no dia anterior, termos realizado um jantar com um alto teor de hidratos de carbono e proteínas. Nota também para a hidratação durante o exercício. Após o treino, é fundamental tomar um bom pequeno-almoço, principalmente rico em proteínas para recuperar os danos musculares causados pelos exercícios
  • Treinar após o pequeno-almoço
    Quem não consegue sair de casa de estômago vazio deve ter muito cuidado com o que consome antes do treino. O segredo é não ingerir uma grande quantidade de comida ou líquidos, pois certamente esse erro vai trazer consequências aquando das nossas atividades (por exemplo, a denominada dor de burro na corrida).
    Uma banana, metade de um pão e água é o ideal. Após o treino, o mesmo conselho anterior: proteínas para regenerar a massa muscular (por exemplo, uns ovos mexidos com pão integral e sumo de laranja)

LEIA TAMBÉM
Comer fruta antes ou depois do treino?

  • Treinar na hora do almoço
    É imprescindível que, durante a manhã, tenha ocorrido um reforço alimentar, se possível com hidratos de carbono e proteína. O ideal é cerca de uma hora antes da corrida. Após o treino, nada melhor do que uma boa salada (por exemplo, de frango) e uma peça de fruta
  • Treinar ao fim do dia
    Como no almoço, antes da corrida, é essencial comermos um bom lanche. Para desenjoar do sanduíche, procure o iogurte magro com frutos secos naturais, mas também um pouco de mel e fruta. Após a corrida, é essencial um jantar leve, mas rico em proteínas para a regeneração dos músculos

LEIA TAMBÉM

Foto: Jean Graminho from FreeImages