Está a preparar-se para uma prova? Sente o cansaço a acumular-se? Então lembre-se da importância de fazer um treino de rodagem na última semana antes do chamado dia D e descobrirá que tudo correrá bem melhor!

Especialmente quando se trata de uma prova particularmente importante, existem muitos atletas que, preocupados com as exigências que a corrida lhes irá colocar, acabam treinando demais e até ao último dia, chegando depois, ao momento decisivo, excessivamente cansados e sem capacidade de responder adequadamente.

Assim, e se já lhe aconteceu algo semelhante, o nosso conselho é para que, em particular na última semana antes da prova, não exija demasiado de si e atenue o cansaço acumulado das últimas semanas fazendo treinos de rodagem, os quais deverão ter apenas 30 minutos, já que o propósito declarado é de apenas e só manter a condição física e atenuar a fadiga.

LEIA TAMBÉM
Conheça quatro métodos de treinos de corrida para desenjoar

Na verdade, e para ter sucesso no momento decisivo, qualquer corredor tem de utilizar a última semana para libertar o cansaço acumulado, mantendo ao mesmo tempo os músculos ativos.

Os benefício dos treinos de rodagem de 30 minutos:

  • Permitem que descanse de forma ativa, por exemplo, fazendo bicicleta durante 30 minutos e procurando reduzir para 50% a quantidade de quilómetros que costuma correr. Redução que não deixará de ser um grande alívio para o seu corpo, o qual registará uma recuperação mais rápida, já que não está a ser submetido a tanto esforço
  • Ajudá-lo-á a manter a intensidade ganha durante o período de preparação, ainda que correndo apenas 30 minutos por semana de corrida
  • O organismo vai ficar a desejar mais, já que, habituado a ser submetido a cargas bem mais intensidades, achará pouco correr apenas 30 minutos, sensação que, no entanto, acabará beneficiando-o na corrida, já que arrancará para este com mais motivação e energia
Correr à chuva

Como fazer um treino de rodagem de 30 minutos?

Na verdade, este tipo de treino tem de ser bem estruturado, não podendo ser encarado como apenas sair de casa para ir correr um pouco.

Assim, a primeira coisa que tem de ter bem presente é o ritmo, o qual, embora não devendo ser aquele que pensa imprimir na corrida, também não deverá resultar numa espécie de passeio.

Idealmente, o treino deve ter um ritmo progressivo, aumentando a passada a cada 10 minutos para terminar num nível já alto, embora ainda não num ritmo anaeróbico.

Finalmente, outro aspeto a ter em conta é o número de treinos de rodagem a fazer durante a última semana antes da corrida, sendo que o indicado é que, exceto nos dias em que tiver de fazer séries, os restantes dias sejam utilizados para treinos de rodagem de 30 minutos.

FOTO: PT281 Ultramarathon