Saiba cinco erros que pode estar a cometer e que o impedem de conseguir perder peso com o treino de corrida e o exercício físico.

A situação é bem mais vulgar do que possa pensar: treina praticamente todos os dias e com intensidade, procura realizar uma alimentação equilibrada, foge das sobremesas e, ainda assim, não consegue perder peso e não sabe os erros que está a cometer? Pois bem, se calhar, há qualquer coisa que não está a fazer bem e que é preciso mudar…

De resto, e segundo salienta o médico nutricionista Tom Little em declarações à Runner’s World, este é um problema que aflige mais as mulheres do que os homens, já que estes «têm uma maior percentagem de músculo e menos gordura. A massa muscular tem um metabolismo mais alto a gordura, pelo que, quanto mais músculo se tem, mais calorias se queimam, inclusive quando não se está a fazer exercício».

LEIA TAMBÉM
Os superalimentos para a corrida segundo Mafalda Rodrigues de Almeida

Contudo, também é verdade que nem tudo são más notícias para o sexo feminino, já que «a maioria dos estudos mostram que, embora os homens percam de início peso, mais rapidamente as diferenças acabam equilibrando-se com o tempo». O que faz com que sejam os hábitos a ditar, em ambos os sexos, a transformação.

Eis os cinco erros mais comuns que pode estar a cometer quando pretende perder peso a praticar exercícios:

  • Come menos do que necessita
    Eis um dos erros que é vulgar cometermos: deixar quase de comer de forma a perder rapidamente os quilos que nos apoquentam. No entanto, o problema é que, confrontado com a fome, o organismo despoleta uma série de mecanismos de defesa que visam impedir a perda acentuada de gordura. É o chamado efeito ricochete, que leva o organismo a armazenar todo o excesso calórico na forma de gordura, evitando a sua queima
    Solução: evite as dietas muitos restritivas, não elimine por completo os hidratos de carbono e aumente o consumo de proteínas
  • Nunca sai da sua zona de conforto
    É uma daquelas pessoas que nunca altera os seus hábitos alimentares e de treino, mantendo sempre uma dieta equilibrada, com poucas ou nenhumas variações de menu, ao mesmo tempo que corre todos os dias da semana? Na verdade, trata-se de uma rotina de anos e que lhe é cómoda. No entanto, é exactamente devido a essa rotina, a que o seu organismo já se habituou, que não consegue perder peso! Se hoje em dia sempre que vai correr e pouco transpira, então isso pode significar que o seu corpo já se adaptou a esse tipo de corrida e já não necessita de queimar tantas calorias ou promover respostas diferentes da musculatura para levar a cabo a tarefa. E o mesmo acontece com a alimentação
    Solução: mantenha-a equilibrada, sim, mas não deixe de introduzir alimentos frescos da época, especiarias, novas receitas, etc. Já no treino, inove, mude a frequência, o ritmo, a distância. Junte-se a um clube de running e rapidamente aprenderá a tirar o máximo partido dos seus treinos e corridas, fazendo séries, fartlek, exercícios de força e alongamentos
O fartlek
O fartlek é uma das saídas para a perca de pesoO fartlek é uma das saídas para a perca de peso
  • Não descansa o suficiente
    A falta de descanso tem vulgarmente como resultado um desequilíbrio hormonal no organismo que afeta directamente o metabolismo. Estudos demonstram que dormir mal ou pouco dificulta os esforços para perder peso e gordura
    Solução: recorra a uma série de truques simples para dormir melhor, como é o caso de acostumar-se a deitar e levantar sempre às mesmas horas, dormir numa divisão bem ventilada, não ir para cama de barriga cheia, tomar um banho antes de dormir, fazer exercícios de relaxamento e meditação e, sobretudo, deixar o telemóvel fora do quarto. Sendo que este último truque também ajuda a combater o stress, o qual é igualmente um dos inimigos dos esforços para perder peso
  • Corre sozinho e só faz exercício aeróbico
    Se é daqueles corredores que, nos dias em que não corre, opta por nadar ou ir até ao ginásio fazer, por exemplo, uma aula de spinning, convém ter presente que é essa é uma atitude muito positiva, mas para quem tem como objetivo perder 15 ou 20 kg. Já quando se trata dos três ou cinco últimos quilos, tem de começar a introduzir força
    Solução: não deve dizer não aos pesos ou até mesmo a exercícios em que trabalhe com o peso do próprio corpo. A ideia é levar a um aumento da massa muscular, a qual, ao ter um metabolismo mais alto que a gordura, contribuirá para que percamos peso. Experimente também o HIIT, ou Treino Intervalado de Alta Intensidade, o qual consiste em alternar períodos curtos de alta intensidade com períodos de recuperação ou exercício ligeiro. E verá que os quilos desaparecerão por si mesmos…
  • Falta-lhe proteína
    Embora acredite que faz uma alimentação equilibrada, ao sair para correr todos os dias é mais que provável que o seu organismo se ressinta da falta de proteína. Segundo a nutricionista Kelly Hogan, «os corredores necessitam entre 1,3 e 2 gramas de proteína por quilo de peso corporal, por dia. Enquanto os não-corredores não necessitarão mais do que 0,8 a 1 grama de proteína por quilograma de peso corporal por dia
    Solução: deverá incluir proteína em todas as cinco refeições que deverá fazer ao dia de forma a ganhar massa muscular, mas também para que se sinta saciado e não tenha de andar a fazer pequenos lanches. Até porque a proteína está nos mais variados alimentos, desde a carne magra às lentilhas, dos ovos aos produtos lácteos como o leite, queijo e iogurtes, do peixe azul aos vegetais como o tofu, seitan e quinoa