Maratona Nova Iorque 2018
Tal como em anos anteriores, a Maratona de Nova Iorque voltará, este ano, a ver as suas inscrições esgotarem, colocando cerca de 55 mil atletas nas ruas da Big Apple

Está a pensar fazer uma Maratona ou Meia-maratona? Gostava de saber como enfrentar as últimas 48 horas antes da prova para conseguir o melhor resultado? O ex-fundista espanhol Jesus España revela alguns truques que, garante, ajudá-lo-ão quando chegado o tiro de partida.

Garantindo uma eficácia a toda a prova, Jesus España, que foi um dos grandes corredores espanhóis de fundo e meio-fundo, ex-campeão da Europa dos 5.000 metros, aceitou revelar, em entrevista aos nossos colegas da revista Soy Corredor, aqueles que são os seus truques para chegar ao momento da corrida na melhor forma.

Maratona no domingo, corrida suave e descanso no sábado

Assumindo como dia da corrida o domingo, o atleta espanhol revela que «a sexta-feira é o dia em que me entregava completamente ao descanso nas semanas em que ia ter uma Maratona no domingo. Já no sábado sabia-me bem fazer uma corrida de 25 a 30 minutos, a um ritmo muito suave, para terminar fazendo finais de 50 metros em progressão».

LEIA TAMBÉM
O calendário já conhecido das Maratonas em 2021

Segundo o espanhol, «não se trata de um verdadeiro treino, mas ativar o organismo. Sendo que, a partir daí, há que descansar tudo o que se puder, ainda que, especialmente em provas realizadas em locais que não conhecemos, a vontade seja fazer um pouco de turismo. Contudo, temos de ter consciência que esses passeios mais longos acabam por cobrar a sua fatura”.

Atenção à hidratação nas 48 horas antes da Maratona

Igualmente importante, segundo este atleta, é a correta hidratação ao longo dos dias de sexta-feira e sábado, algo que se pode confirmar através da cor da urina, que, ao sair transparente, demonstrará que o nível de hidratação do atleta é o correto e apropriado para o esforço com que terá de lidar daí a algumas horas.

beber água

Outra razão para beber mais do que o habitual nas 48 horas antes da Maratona tem a ver com a recomendação de comer mais massa ou arroz antes de uma prova. Pelo que, mesmo sem nos empanturrarmos demasiado,  devemos beber mais para ajudar à digestão.

Dormir mal antes da corrida é normal

Também acontece com alguns atletas: dormir mal na noite anterior à prova. Algo que Jesus España considera «normal», já que se trata da tensão resultante do facto de ir fazer uma distância que, seja qual for a nossa experiência, impõe sempre respeito.

«O meu conselho é acumular horas de sono, ou seja, dormir mais do que o normal nas noites anteriores e, em particular, na noite de sexta para sábado», afirma o espanhol. «Eu costumo levantar-me quatro horas antes da hora de saída para o local da prova. Três horas antes desse momento, já eu terminei um pequeno-almoço sem qualquer invenção de última hora em termos de alimentos, sendo que, no meu caso, nunca passou de duas torradas barradas com azeite e um café».

Não faça da Maratona uma obsessão

Quanto à última dica deixada por Jesus España, é quase um repto: não passe as 48 horas anteriores a pensar na Maratona.

«Não é bom estar permanentemente a pensar na prova, naquilo que irá acontecer, na estratégia, no que treinámos, no nosso objetivo, no momento em que vou ter de tomar um gel… Fazer da prova de domingo algo de obsessivo faz com que, chegado o momento da partida, já tenhamos corrido mentalmente várias vezes a distância e estejamos psicologicamente esgotados».

Assim, nas 48 horas antes da Maratona, «procure rodear-se de pessoas que não vão correr e procure falar sobre outros temas, que não a prova», aconselha o espanhol.