Dupla a correr à chuva

Serão raros, se não mesmo inexistentes, os corredores que nunca correram debaixo de chuva. No entanto, seja de forma intencional ou casuística, é importante conhecer não apenas os benefícios e desvantagens dessa prática, mas também alguns conselhos importantes para desfrutar da melhor forma dessa situação.

Embora nem todos os corredores gostem, a verdade é que correr debaixo de chuva também tem as suas vantagens, desde que, claro está, saibamos a melhor forma de desfrutar, não deixando naturalmente de tomar algumas precauções.

Assim, comecemos por aquilo que é mais importante, ou seja, os benefícios de correr debaixo de chuva:

  • O nosso rendimento melhora
    Ao contrário do que acontece em alturas extremamente quentes, correr sob chuva, e principalmente sob chuva não muito forte, ajuda-nos a baixar a temperatura do corpo, permitindo-nos aumentar um pouco mais a velocidade sem que nos ressintamos. Situação um pouco diferente é quando se trata de chuva com ventos fortes ou temperaturas muito baixas, altura em que o aconselhável é contermo-nos um pouco

LEIA TAMBÉM
Chuva, frio… – aprenda a escolher o vestuário indicado para a corrida

  • Coloca-nos um desafio extra
    Os bons corredores têm a capacidade de adaptar-se às mais variadas condições, meteorológicas e não só. Treinar com chuva fortalece-nos e prepara-nos para enfrentar condições mais adversas durante a corrida, além de poder tornar-se divertido e até motivador, principalmente quando já em casa e aquecidos recordamos que tivemos força suficiente para enfrentar o mau tempo lá fora…
  • A concentração pode tornar-se mais fácil
    Até pelo facto de ser um tempo pouco convidativo para ficar a ver as vistas, correr à chuva obriga-nos a mantermo-nos mais focados na corrida, em nós próprios e até no próprio objetivo, que é chegar ao fim o mais rapidamente possível
  • Evitam-se as multidões e aglomerados de pessoas
    Num dia chuvoso, o mais certo é que a maioria das pessoas se mantenha em casa. O mesmo acontecendo com alguns corredores, que não gostam de correr sob chuva. Assim, e especialmente quando se trata de corredores que vivem em cidades muito confusas, a chuva ajuda a desanuviar as ruas e a abrir caminho para os verdadeiros apaixonados pela corrida…

Mas se existam motivos que justificam correr à chuva, não deixa de ser também verdade que existem alturas e momentos em que o mais aconselhável é mesmo ficar em casa.

  • Quando lá fora está uma tempestade
    Se lá fora chove fortemente, com raios e relâmpagos, então a experiência de correr à chuva será tudo menos positiva. Assim, não se esqueça de, sempre que decidir ir correr, verificar a previsão da meteorologia, sendo que, caso seja apanhado por uma tempestade durante uma corrida, o melhor será deixar as zonas mais altas e afastar-se de cercas, árvores e postes. Caso possa, recolha-se num sítio fechado
  • Quando o vento lá fora está muito forte
    Correr no exterior com ventos fortes é algo que devemos evitar, em particular se formos corredores de Trail e treinarmos em locais onde a sensação térmica muda muito rapidamente, expondo-nos ao risco de hipotermia. No entanto, e se mesmo assim decidir ir correr, não desvalorize o vestuário que deverá usar para se manter quente. Zonas montanhosas muito expostas são sempre de evitar nestes dias…

Conselhos para correr debaixo de chuva

Estes são conselhos que deve ter em conta quando vai correr debaixode chuva:

  • Se vai correr na estrada, assegure-se que estará sempre bem visível
    Especialmente quanto chove muito, a visibilidade torna-se bastante mais difícil na estrada, razão pela qual, no caso de decidir enfrentar o mau tempo lá fora, deverá fazê-lo com roupas coloridas ou até mesmo com um colete reflector
Correr à chuva
  • Saiba vestir-se para a chuva
    Embora por vezes saiba bem sentirmo-nos molhados, especialmente quando se trata de um contraponto a um dia quente de Verão, já quando falamos num dia de Inverno, em que a chuva se mostra particularmente fria, o melhor mesmo é optar por usar algo impermeável ou resistente à água que nos permita, na pior das hipóteses, chegar ao fim apenas um pouco molhado. Caso seja mais friorento ou susceptível a constipações, o melhor será então vestir uma camisola de mangas compridas, possivelmente uma camada intermédia e leggings. Tecidos de secagem rápida e absorventes são a chave já que ajudam a manter a humidade longe da pele. Já o algodão nunca é uma boa ideia, já que ensopa. Não sabe o que vestir? É sempre melhor vestir mais e depois ir despindo do que sentir frio e não ter nada para vestir!
  • Não arrisque nos ténis
    Correr debaixo de chuva não é uma boa altura para experimentar ténis de solas lisas, mas de optar por ténis que garantam uma boa tração, cuja sola canalize bem a água e agarre bem. Isto porque qualquer escorregadela pode resultar em joelhos ou tornozelos torcidos, assim como lesões ainda mais graves. De resto, também é boa ideia ter mais do que um par de ténis para correr, até para que possa alternar e não tenha de começar o seu treino já que com os ténis molhados. No entanto, e no caso de precisar de secar uns ténis, encher de papel a biqueira, pode ser uma boa solução. Só não os coloque sobre fontes de calor, pois estragá-los-á!
  • Evite a chuva nos olhos
    Até por questões de visibilidade, em dias de chuva é conveniente levar um chapéu com pala que proteja os olhos da chuva. Outra hipótese é colocar uns óculos protetores, embora possam embaciar
  • Não se esqueça de proteger o telemóvel
    Porque hoje em dia são raros os corredores que saem para treinar sem o seu telemóvel – sendo que, especialmente quando vamos para zonas desertas ou mais selvagens, é importante mantermo-nos contactáveis -, é preciso proteger o equipamento para que se mantenha funcional. Uma bolsa impermeável à cintura ou no braço pode ser uma boa solução
  • Evite as meias de algodão
    Tal como a roupa de algodão é algo a evitar em dias de chuva, também as meias de algodão não deverão ser opção, já que retêm água, ficando empapadas, o que poderá conduzir a irritações e bolhas nos pés. Assim, opte antes por tecidos sintéticos
  • Escolha bem os sítios onde corre em dias de chuva
    Além da escolha da roupa, importante é também a escolha do local onde vai correr em dias de chuva. O aconselhável é que evite zonas suscetíveis de inundar com pouca ou má visibilidade de calçada demasiado lisa e escorregadia ou até locais com demasiado barro, lama ou folhas. Tudo demasiado escorregadio…
  • Não arrefeça com a roupa molhada no corpo
    Uma vez terminada a corrida ou treino, evite sentar-se ou ficar a descansar com a roupa molhada, pois será o primeiro passo para a apanhar uma constipação. Assim que terminar, mude o mais rapidamente possível de roupa, vestindo algo seco e quente. Beba também uma bebida quente e coma qualquer coisa ainda antes de tomar um banho também quente
  • 9. Se fizer Trail, não esqueça o kit  de segurança
    Porque é um tipo de corrida feito no meio da Natureza, o Trail obriga a cuidados acrescidos, nomeadamente o transporte do chamado kit de sobrevivência:  uma capa de aquecimento, um mapa, uma bússola, alimentos com alto teor calórico, um pouco de água e uma lanterna. Embora possam parecer muitas coisas, a verdade é que são fáceis de acomodar numa pequena bolsa, permitindo-nos ser autossuficientes em caso de emergência, pelo menos até estarmos novamente a salvo.