Seis conselhos para os 10 km, seis para a Meia-maratona. O personal trainer Marco Pereira revela segredos para uma prova de 10 km, enquanto o atleta Samuel Barata faz o mesmo, mas para a meia. Não há como não fazer uma boa corrida…

Apesar do coronavírus, muitos atletas já começaram o seu retorno aos treinos ou continuaram o mesmo, mesmo limitados pela Covid-19. Embora ainda seja muito cedo para vermos uma luz no fundo do túnel, a verdade é que há várias provas no horizonte e por isso apresentamos abaixo conselhos que devem ser seguidos para aqueles que vão correr os 10 km e a Meia-maratona, conselhos de um profissional da área e de um atleta referência em Portugal.

CONSELHOS PARA OS 10 KM

  • Esteja confiante, já que o objetivo já foi alcançado, participar numa prova
  • Procure gerir a energia. É essencial não partir demasiado rápido
  • Tenha uma atitude positiva e, na segunda parte da prova (5 km), se se sentir bem, aumente lentamente o ritmo
  • aça uma pequena hidratação (molhar os lábios) a cada 15 minutos
  • Os dois últimos quilómetros devem ser os mais rápidos
  • Uma estratégia que ajuda a baixar o tempo é olhar um corredor posicionado 100 metros à frente e tentar ultrapassá-lo. Fazer isso sucessivamente

LEIA TAMBÉM
Carlos Moia revela que as Meias-maratonas de Lisboa foram canceladas

CONSELHOS PARA A MEIA-MARATONA

  • Ter noção do ritmo, isto é, saber o ritmo que se é capaz de correr os 21km
  • É muito perigoso fazer uma primeira parte muito rápida, a probabilidade de estourar na parte final é muito grande
  • Fazer pelo menos dois abastecimentos durante a competição, de água ou bebida isotónica
  • Fazer uma refeição ligeira 2h00 antes da competição. Por exemplo: pão com queijo ou doce acompanhado com chá preto. Sendo uma competição de longa duração, não se deve ir de barriga completamente vazia
  • Ter um equipamento adequado, sobretudo uns bons ténis que estejam já com alguns quilómetros. Não se deve estrear uns ténis no dia da competição
  • Desfrutar a corrida, cada um dos 21km