Mulher a correr rápido

Depois das três primeiras dicas na sexta-feira, continuamos, este sábado, com o artigo sobre a forma de correr mais rápido, deixando mais três conselhos. Coloque-os em prática e veja a sua corrida evoluir!

Apesar da forma como a corrida cativa, a verdade é que esta também se pode tornar cansativa; demasiado cansativa!

Falamos, nomeadamente, do cansaço psicológico, não físico. O qual, em determinadas alturas, pode mesmo levar à saturação e ao abandono.

Saiba o que fazer

Para que tal não aconteça, e até para que o próprio corpo não estagne, é importante não nos deixarmos cair em rotinas, fazendo, sim, por diversificar o esforço físico.

LEIA TAMBÉM
Quer correr mais rápido e não está a conseguir evoluir? (parte 1)

Siga, por isso, as dicas que aqui deixamos e melhore, não apenas a corrida, mas até mesmo o próprio estado de espírito!

  • Rapidez também se ganha no ginásio
    Embora a maior parte dos atletas o deteste, a verdade é que a evolução na corrida está, não raras vezes, mais dependente de um trabalho de musculação do que propriamente de mais e mais quilómetros. Treinares a tua força física permitir-te-á não só assimilar melhor os treinos, como também lesionares-te menos. Assim, faz pelo menos 20 minutos de pesos duas vezes por semana, reduzindo para apenas um dia, à medida que se aproximem os dias de corrida. E, sempre, com menos peso que repetições. Dito de outra forma, escolhe um peso que te permita fazer, de forma correta, 25 repetições…
  • Correr não significa abdicar dos benefícios dados por outros desportos
    Também porque sabemos o quanto a corrida pode ser viciante, é importante recordar-te que só tens vantagens em conjugá-la com outros desportos. Por exemplo, com a prática de bicicleta de todo-o-terreno, com a qual poderás divertir-te em sessões de cerca de duas horas; ou então com a natação, realizando sessões de cerca de 40 minutos. Com estas modalidades não só conseguirás fortalecer grupos musculares diferentes dos que trabalhas na corrida, mas também diminuir a possibilidade de lesões, melhorar as capacidades aeróbicas e renovar-te a nível psicológico.
  • Excesso de competição não ajuda
    Embora compreendamos o teu desejo de evoluir, de te tornares mais rápido, de fazeres tempos cada vez melhores, é preciso que tenhas consciência de que, dedicação a mais, também pode ser contraproducente. Assim, e por muito que te deslumbre arrancar ao som do tiro de partida, evita o excesso de competições. Lembra-te que não deves fazer mais do que duas maratonas por ano, e com um intervalo de pelo menos quatro meses entre ambas, assim como não deves correr mais do que oito Meias-maratonas ou 10 provas de 10 quilómetros. Mais do que resultados, é a tua saúde que deves preservar!
A bicicleta de montanha, ou BTT, pode ser um bom desporto para fazer algo diferente da corrida, sem deixar de continuar a evoluir fisicamente
A bicicleta de montanha, ou BTT, pode ser um bom desporto para fazer algo diferente da corrida, sem deixar de continuar a evoluir fisicamente

Gostou?… Então, fica desde já prometido que, amanhã, domingo, aqui estaremos, com mais três conselhos que o irão ajudar…