Sabe o que é a capacidade aeróbica? E como fazer para melhorá-la? Nesta primeira parte, vamos falar sobre o que é e qual o seu relacionamento com outro conceito importante: o VO2 Max.

Já todos passámos por essa sensação: depois de um longo período sem correr, seja por lesão ou opção, ao voltarmos a fazer exercício parece que não temos resistência para nada! Na verdade, tudo isso deriva da incapacidade do organismo de manter a condição física que exibia antes da paragem. Sendo que, quanto mais em forma, maior capacidade aeróbica teremos e correremos por mais tempo com menos esforço, além de conseguir uma recuperação mais rápida e eficaz.

LEIA TAMBÉM
Limiar anaeróbico: saiba o que é, como medir e porque é tão importante

Dito de outra forma, qualquer atleta com uma boa capacidade aeróbica até pode vir a ter uma lesão, mas, assim que recuperar, pode ter a certeza que voltará mais rapidamente aos valores anteriores.

Afinal, o que é a capacidade aeróbica e o que é que isso tem a ver com o VO2 Max?

Comecemos pelo princípio: a resistência aeróbica é a capacidade do coração e do sistema vascular funcionarem eficientemente, realizando atividades físicas durante largos períodos de tempo com pouco esforço ou sensação de fadiga, além de promover uma recuperação rápida.

Esta capacidade está intimamente relacionada com o consumo máximo de oxigénio (VO2 Max), assim como com a capacidade de receber, transportar e trocar quantidades de oxigénio através do sistema cardiocirculatório durante um período de máximo esforço. Sendo esta a razão por que o VO2 Max se utiliza como indicador para conhecer a capacidade aeróbica.

Basicamente, trata-se de um valor que representa a quantidade máxima de oxigénio que uma pessoa consome em milímetros por kilograma corporal e minuto (ml/kg/min) e que serve para calcular o grau de eficiência com que o organismo utiliza o oxigénio ingerido, ou seja, a nossa capacidade aeróbica.

Resultado, quanto maior for esse valor, maior será a nossa resistência cardiovascular.

Apenas como exemplo, alguns rumores apontam no sentido de que atletas de referência, como Eliud Kipchoge, tenham um VO2 Max a rondar os 90. Isto enquanto a generalidade dos atletas de Elite têm em média 85 ml/kg/min.

um adulto que não faça nenhuma prática desportiva deverá ter um VO2 Max a rondar os 40 ml/kg/min, ao passo que, uma mulher, deverá ter entre 10 a 15% menos.

Então… e o que é a resistência anaeróbica?

Mas se a resistência aeróbica tem a ver com a realização de exercício moderado durante um período de tempo mais prolongado, já a resistência anaeróbica diz respeito ao esforço feito em atividades de curta duração, mas de alta intensidade.

Nesses momentos, a energia que o organismo necessita provém de fontes imediatas, como a glucose ou a fosfocreatina, e não do oxigénio (anaeróbico significa, precisamente, sem oxigénio). Normalmente, essa energia obtém-se do ácido láctico que se aloja nos músculos.

De referir ainda que a separação entre a capacidade aeróbica e anaeróbica é, na verdade, muito fina, até porque o organismo utiliza estes dois fatores, razão pela qual qualquer treino será sempre predominantemente aeróbico ou anaeróbico, mas nunca apenas um só.

[AMANHÃ: Capacidade Aeróbica: saiba como melhorá-la]