Magnésio alimentos

Costuma acordar já cansado? Ainda o dia vai a meio e já só lhe apetece esticar-se no sofá? Sente falta de ânimo e força nas tarefas do dia-a-dia? A verdade é que, mais vezes do que se pensa, a razão para este cansaço está na alimentação e nos hábitos do dia-a-dia.

Por vezes, há alturas em que parece que já acordamos cansados, sem força para sair da cama, sem vontade anímica para enfrentar as obrigações do dia. Sendo que, não raras vezes, a razão para esse cansaço acaba decorrendo de maus hábitos alimentares e práticas, que acabam retirando-nos a energia necessária para enfrentar, de forma positiva, todas as dificuldades do dia-a-dia.

LEIA TAMBÉM
A boa saúde passa inevitavelmente pelo intestino

Conscientes desta realidade, decidimos recordar cinco princípios que, cumpridos, poderão fazer maravilhas não apenas no dissipar desse cansaço, mas também, e inclusivamente, impedir que este se instale. Descubra quais:

  • Evite sair de casa sem tomar um bom pequeno-almoço
    Embora não tenhamos disso consciência, são muitas as pessoas que, ou por não terem apetite ou por já não terem tempo, acabam saindo todos os dias de casa sem tomarem o pequeno-almoço. Tal atitude acaba conduzindo ao aparecimento de um maior cansaço ao longo do dia. O mesmo acontece, de resto, com todas as pessoas que optam por começar o dia com os chamados alimentos de queima rápida, como é o caso do cereais açucarados, do pão branco com manteiga ou com marmelada. Alimentos que, efetivamente, dão-te um boost assim que os ingeres, mas cuja energia rapidamente se esgota.
    Assim, o aconselhável é que não só opte por um pequeno-almoço completo, mas também por alimentos como a aveia, o iogurte, os frutos secos, o abacate, o salmão fumado, o azeite e o ovo.
  • Esqueça as bebidas energéticas e que tenham cafeína
    Habitualmente apontadas como bebidas capazes de nos dar um reforço de energia, a verdade é que as bebidas energéticas acabam sendo, graças à combinação de cafeína com uma grande quantidade de açúcar, uma solução momentânea e passageira, além de serem especialmente negativas para o necessário descanso, uma vez que aumentam a tensão arterial, impedindo-nos de relaxar.
    A recomendação é que coloque de parte todas as bebidas deste género, sendo que, mesmo no que concerne ao tradicional expresso, estes não deverão passar de dois por dia. O último dos quais, o mais tardar, até às 17 horas.
Frutas
A alimentação variada é um aspecto muito importante na vida de um corredor, mesmo que amador, até para amenizar o cansaço
  • Dietas? Só com acompanhamento médico
    Não são raras as pessoas que, de um momento para o outro, decidem enveredar por uma dieta restrita sem qualquer controlo médico. Sendo que uma das reações, após os primeiros dias, é vulgarmente a sensação de cansaço e de falta de energia. Algo natural, pois nenhum motor funciona sem o necessário combustível.
    Como tal, o nosso conselho é que, mesmo nas situações em que o objetivo é a perda de peso, nunca abdique de uma alimentação completa e equilibrada, com especial atenção às verduras e frutas, alimentos que são uma grande fonte de energia.
  • Faça do desporto uma prática diária
    Pode parecer um contra-senso recomendar a quem se sente sem força para que faça desporto, mas a verdade é que, quanto mais permanecermos imóveis e no sofá, menos vontade e energia teremos. Ainda mais agora, com os efeitos da pandemia de coronavírus!
    Assim, o recomendável é que tente arranjar tempo para fazer pelo menos 45 minutos de desporto por dia. Pode ser uma simples caminhada, mas a um ritmo mais vivo, prática que não só ajudará a manter a forma e manter o peso ideal, como também a aliviar o stress.
  • Dormir é preciso… e ajuda
    Além da alimentação, descansar as horas necessárias para que o organismo possa recuperar é um dos segredos para enfrentar o dia com energia. Sendo que não se trata apenas de dormir poucas horas, mas também de dormir demasiado – prática que, diga-se, não ajuda a sentirmo-nos energéticos, como ainda pode causar problemas de sono na noite seguinte.
    Como tal, o conselho é que tente ter hábitos de sono regulares e estabilizados, procurando levantar-se e deitar-se sempre às mesmas horas.