costanova

A Corrida Popular da Costa Nova sustenta um curioso slogan: «Os 10 km mais rápidos de Portugal». A prova, agendada para o dia 18 de julho, às 19h00, apresenta este ano uma novidade, o que a faz única no Mundo: uma corrida náutica também de 10 km para caiaques e Stand Up Paddle na ria de Aveiro. Em simultâneo e em paralelo com a prova principal e a Caminhada.

 

Após o êxito do ano passado, a Corrida Popular da Costa Nova, organizada pelo Atletas.net, está de regresso este ano para uma edição que poderá marcar o calendário das corridas populares no país, tudo devido a introdução de uma prova náutica, que assim aproveita todas as capacidades turísticas da região, tanto a nível terrestre como aquático.

José Henriques, da organização, falou com os CORREDORES ANÓNIMOS e revelou alguns dos aspetos a ter em conta com esta nova prova do calendário nacional.

Esta é a segunda edição da Corrida Popular da Costa Nova. Como foi a primeira edição? Superou as vossas expectativas?
A ideia de se realizar a prova naquele local tinha já algum tempo mas foi preciso esperar pela construção da ciclovia que liga a Costa Nova à Vagueira para que o projeto tivesse um impulso. E isso aconteceu porque a autarquia de Ílhavo percebeu, rapidamente, do potencial do evento. As expectativas em relação à primeira edição só vieram confirmar a nossa convicção de que a prova era de facto especial, num percurso de rara beleza, algo que acabou confirmado pelos participantes no evento que teve, 750 participantes, incluindo a caminhada. Contudo, o clima que se viveu na prova deu para perceber que esse número seria largamente ampliado este ano.
De referir que a Caminhada assume um papel de particular importância, pois permite que, circulando pela ciclovia, possamos ter público no decorrer de todo o percurso, algo que seria à partida improvável. Foi uma solução engenhosa e que resultou muito bem, este ano reforçada com claques a cada um dos quilómetros e com a Corrida Náutica, que irá decorrer em simultâneo nas águas da ria. Tudo junto é de facto um ambiente de grande espectacularidade.

Como surgiu a ideia de juntar a ria com o asfalto?
A razão é mais que óbvia e tem que ver com a proximidade da ria de Aveiro, que acompanha toda a extensão do percurso. O resto é criatividade.

Porque decidiram criar este evento “paralelo”?
Devido a proximidade da ria achámos que fazia todo o sentido, para além de ser algo completamente inovador à escala mundial, tanto quanto sabemos.

O que esperam em concreto em relação a corrida náutica?
Esperamos que possa contribuir para a diferenciação do evento, por um lado, e para o fomento da Costa Nova enquanto destino turístico, muito vocacionado também para as atividades náuticas.

A organização refere que este é o percurso mais rápido do país. Como podem afirmar isso?
Temos uma larga experiência em provas de atletismo e conhecemos bem a Costa Nova. O percurso, para além de estar aferido pela Federação Portuguesa de Atletismo, é completamente plano. E quando digo completamente estou a ser rigoroso… Aliás, mais plano não há e isso foi comprovado pelos testemunhos de atletas que, no final da edição do ano passado, acabaram por dar razão ao slogan “Os 10 km mais rápidos de Portugal”.
É de resto uma zona muito procurada pelos atletas para treinar e se lhes perguntar o porquê eles mesmo não sabem explicar muito bem, mas aquele troço do percurso convida a andamentos muito rápidos.

costanova1Qual o tempo que gostaria de ver no final da corrida?
Para ser sincero isso é secundário. O que importa é que seja um sucesso no sentido de que os participantes possam retirar da sua participação uma experiência positiva e tentem se superar.

Como definiria o trajeto em si? O que procuraram obter? Quais são os seus pontos fortes?
O Atletas.net organiza várias provas e seria injusto dizer que este ou aquele percurso é melhor que o outro. Contudo, o da Costa Nova é realmente e sem dúvida alguma o mais rápido, tanto que está previsto o asfaltamento, embora não saibamos para quando, de todo o traçado da prova, o que a vai tornar numa verdadeira pista. E isto sem quaisquer exageros. Depois a paisagem da ria acaba por compor um cenário muito agradável para a prática da corrida.

Quantas inscrições estão previstas para as três provas, 10 e 5 quilómetros e a prova náutica?
Essa é sempre uma pergunta de difícil resposta, pois não temos bases concretas que nos permitam afirmar com um elevado grau de certeza quais os números de atletas. Prefiro dizer que nos daríamos por satisfeitos se tivéssemos um total de 1000 atletas na prova principal, 500 na Caminhada e entre 80 e 100 inscritos na Corrida Náutica.

Acredita que um dia teremos a junção das duas provas, ou seja, um atleta a correr os 10 km em terra e, logo a seguir, percorrer os 10 km da água, uma espécie de biatlo?
Sinceramente não, pois não foi com esse objetivo que foi associada a Corrida Náutica à Corrida Popular.