Em um ano, Leonardo Ventura deixou de pesar 130 kg e correu uma Maratona. Ao contrário do que aconteceu para muitos, a pandemia acabou por servir como algo positivo para a sua saúde.

O Leonardo Ventura sempre foi uma pessoa com excesso de peso? Quais os motivos? Má alimentação, dieta desregrada, tendência natural para engordar?
Até aos meus 20 anos joguei futsal, mas os 7 anos seguintes foram de descuido e falta de cuidado com a minha saúde pessoal. Engordei 50 kg em 7anos… Má alimentação, muito fast food. O facto de ser store manager num restaurante de fast food (stress e facilidade em comer) também não ajudou, além de engordar com facilidade.

O que é que o fez querer mudar de vida e avançar para a corrida? Como foi, no início?
“Mudei” no dia 10 de março de 2020, com o início da pandemia. Abri um pouco os olhos aos sintomas do vírus e tive algum receio. Talvez o facto de casar no dia 1 de maio de 2021 tenha-me dado um pouco de motivação.
O início foi duro, é um estímulo muito diferente, saí completamente da minha zona de conforto. A minha primeira corrida foi a 13 de março, lembro-me que fiz 4 km com um pace de 7m17. No dia a seguir tinha dores por todo o lado.

LEIA TAMBÉM
Obesidade Zero: Hugo Falcão, dos 123,5 kg aos 81 kg

Contou com alguma ajuda? Treinador, clube, amigos?
Tive um personal trainer nos primeiros 10 meses, o Milton Santiago, que me ajudou psicologicamente a sair do fundo do poço. O desistir estava sempre presente, mas ele conseguiu fazer com que não desistisse.

Recorda-se qual o tipo de treino com que começou? E com que frequência?
Começámos com treinos funcionais simples, mas também resistência muscular, hipertrofia, mobilidade, etc. Depois, treinos adaptados à corrida, pois já estava a correr muitos quilómetros, embora ainda com algum peso. O Milton Santiago preocupava-se muito com o impacto e muitas vezes pedia para que eu abrandasse o ritmo.
Treinava duas vezes por semana com ele e corria 3 vezes por semana. Os primeiros quatro meses fazia cerca de 25/30 km por semana. Depois aumentei e, neste momento, corro entre 50 e 70 km por semana.

E lembra-se quais foram as principais dificuldades? Por exemplo, lesões?
Tive muitas dificuldades em correr. Eram 130 kg a bater no chão… Mas também falta de ar, dores musculares mas também nas articulações. Foi realmente duro.
Tive várias lesões: na anca, nos joelhos, nos tendões, tudo devido ao impacto. No fundo, a terceira lei de Newton a falar por si (kkk).E como foi a sua progressão, em termos de treino? Como correu o aumento de carga à medida que evoluía?
Comecei entre 20 e 25 km por semana, mas muitas vezes fazia menos devido às dores e lesões. Fui aumentando gradualmente 5 km por semana. Comecei a correr 5 km, depois 10 km e a Meia-maratona passado 5 meses. E a Maratona corri precisamente 365 dias após ter iniciado este processo, a 9 de março de 2021.