«Dois é uma Família»: remake bem feito

Entre as gargalhadas e as lágrimas, este filme tão depressa nos deixa nas nuvens como nos dá um nó no estômago. O mexicano Eugenio Derbez (que aqui aparece apenas como guionista) foi quem realizou, escreveu e interpretou «Instructions Not Included» – filme de 2013 que conta a mesma estória. O realizador agora é Hugo Gélin (produtor de «A Gaiola Dourada») e que aqui também assina os diálogos.

 

Em boa verdade, a situação aqui vivida por Samuel (brilhantemente interpretado por Omar Sy) foi a mesma situação experienciada por Valentin (interpretado Eugenio Derbez no filme que ele mesmo realizou – «Instructions Not Included»). Acabamos por estar a ver praticamente o mesmo filme, agora interpretado por actores diferentes e com alterações mínimas: Valentin vivia no México, Samuel vive em Marselha; Valentin foi para Los Angeles, Samuel foi para Londres; a mãe de Maggie aparece 6 anos depois, a mãe de Gloria aparece oito anos depois – e mais algumas alterações que, ainda que sejam mais significativas, em pouco ou nada alteram o decorrer da estória.

Convenhamos, a mesma equipa de trabalho de «Instructions Not Included» apenas adaptou a estória a novas personagens e cenários mantendo naturalmente, e bem, a forte ligação entre pai e filha. É uma estória que puxa ao coração. Omar Sy e Gloria Colson conseguem transmitir-nos a forte relação existente entre pai e filha.

Omar Sy (que já vimos em «Amizade Improvável») interpreta brilhantemente o papel de Samuel, um «bon vivant» que vive em Marselha e vê a sua vida mudar de um dia para o outro quando uma sua conquista de Verão lhe aparece à frente com uma bebé. Kristin (interpretada por Clémence Poésy) diz-lhe que Gloria é sua filha e deixa-a nos braços do pai, desaparecendo de táxi. Samuel vê-se obrigado a ir para Londres atrás da mãe da criança mas acaba por não a encontrar e refaz a sua vida na capital inglesa. Até que, oito anos mais tarde, a mãe torna a aparecer tentando recuperar o tempo perdido e abalando a forte relação entre Samuel e a sua filha.

 

É Gloria (também muito bem interpretada pela estreante Gloria Colston) que, com a enorme maturidade da personagem de oito anos de idade, acaba por tornar menos trágicos todos os percalços pelos quais pai e filha vão passando. Fosse a personagem uma criança mais sensível e facilmente o espectador estaria frequentemente lavado em lágrimas.

Destaque também para a interpretação de Antoine Bertrand no papel de Bernie, amigo que Samuel conhece assim que aterra em Londres. Com amigos assim, a vida também se torna mais fácil.

Ainda que esta seja a mesma estória, e mesmo para quem viu o original em 2013, é caso para dizer que «quem corre por gosto, não cansa». Ou seja, se a mesma equipa quiser adaptar o mesmo guião a personagens e cenários de outros países, se a qualidade exigida se mantiver a mesma, bem podem replicar mais vezes a estória.

Ficha técnica:
Título em português: «Dois é Uma Família»
Título original: «Demain Tout Commence»
De: Hugo Gélin
Com: Omar Sy, Gloria Colson, Antoine Bertrand e Clémence Poésy
Género: Comédia / Drama
País: França / Reino Unido
Duração: 118 minutos
Ano: 2017

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos