“Super Mario” Mola conquista o título Mundial de Triatlo

Pelo segundo ano consecutivo, o espanhol Mario Mola, de 27 anos, conquistou o Campeonato do Mundo de Triatlo (1500m a nadar, 40 km a pedalar e 10 km a correr), este ano realizado em Roterdão, na Holanda.

 

Depois de vencer pela primeira vez o título do Mundial de Triatlo no México, em 2016, Mola, ou “Super Mario” como é conhecido, voltou a subir no degrau mais alto do pódio na Holanda, após ter ganho quatro das oito etapas da temporada (Edmonton, Hamburgo, Yokohama e Gold Coast).

Na grande final, o espanhol, para conquistar o título mundial, precisava de ficar entre as cinco primeiras posições. Terminou em terceiro e conseguiu superar na classificação final o compatriota Javier Gómez Noya, vencedor mundial do Ironman 70.3 na semana passada (leia aqui) e segundo colocado do ranking (tem no curriculum cinco títulos).

 

O francês Vicent Luis foi o vencedor em Roterdão na coroação de "Super Mario" Mola
O francês Vicent Luis foi o vencedor em Roterdão na coroação de “Super Mario” Mola

 

Mario Mola terminou a etapa deste sábado na terceira posição, com o tempo de 1h51m36 (18m52 na natação, 1h00m33 no ciclismo e 29m59 na corrida). O vencedor foi o francês Vicent Luis, com 1h51m26 (18m52, 1h00m33 e 29m59), seguido por Kristian Blummenfelt, com 1h51m28 (19m16, 1h00m00 e 30m12). Javier Gomez Noya foi quarto com 1h51m41 (18m49, 01h00m38 e 30m27) e Jonathan Brownlee ocupou o quinto lugar, com o registo de 01h51m52 (18m44, 01h00m37 e 30m35).

Tanto Noya como Brownlee tinham ainda condições de alcançar o título mundial, mas ambos acabaram por não resistir a forte primeira parte da prova, quando ditaram o ritmo da natação e do ciclismo. No entanto, Mola realizou o seu melhor segmento na água e foi beneficiado pela chuva que caiu em Roterdão, que não permitiu grandes velocidades no ciclismo.

«Sinto-me bastante bem, é algo indescritível. Tinha consciência de que chegava a esta etapa numa posição favorável, mas tinha de fazer uma grande corrida. Fiz um grande trabalho na bicicleta e o último segmento acabou por ser mais fácil. No entanto, nunca é fácil», afirmou Mola no final.

João Pereira foi o melhor português

Em relação a Portugal, João Pereira foi o melhor atleta nacional (leia também: “João Pereira, o homem do bicampeonato europeu de triatlo em uma semana“). O atleta do Benfica terminou em oitavo, com o tempo de 1h52m32, com 19m03 na natação, 1h00m28 na natação e 31m05 na corrida. Já Miguel Arraiolos foi 38.º. com 1h56m36 (19m29, 1h02m12 e 32m53) e Filipe Azevedo terminou na 48.ª posição, com 1h58m49 (19m27, 1h02m13 e 35m01).

Por último, de referir que o percurso da prova da etapa holandesa foi bastante criticada pela maioria dos triatletas, que consideraram o mesmo perigoso. 

 

 

 

Temporada do Triatlo terminou com o título de "Super Mario" Mora
Temporada do Triatlo terminou com o título de “Super Mario” Mora

 

Classificação final 

1. Mario Mola (ESP), 4.728 pontos
2. Javier Gómez Noya (ESP), 4.311 pontos
3. Kristian Blummenfelt (Nor), 4.281 pontos
4. Richard Murray (RSA), 4.010 pontos
5. Fernando Alarza (ESP), 3.722 pontos
6. Jonathan Brownlee (GBR), 3.685 pontos

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos