Últimos colocados recebidos como os primeiros na Ultra Pirineu

O espanhol Pablo Villa foi o grande vencedor da Ultra Pirineu no sábado, prova de 110 quilómetros com um desnível positivo de 6.800 metros. Evidentemente, recebeu uma enorme saudação do público após o término da sua corrida. A mesma saudação que receberam os últimos colocados na Ultra Pirineu, que terminaram a prova este domingo.

 

«Dizemos adeus com o vencedor Pablo Villa e o último mas não menos finalista Ánchel Subirás! Até para o ano», podemos ler na página oficial da Ultra Pirineu no Twitter, local onde podemos encontrar as imagens do apoio que Ánchel Subirás recebeu por parte do público.

De referir que Subirás, quando cruzou a meta, foi recebido por Pablo Villa, que fez questão de cumprimentar o finalista da corrida, que terminou a mesma em 29h17m29, quase 17 horas depois do vencedor da edição deste ano.

 

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos