“Desconhecido” vence Transvulcania com sapatilhas de… estrada

Tim Freriks, de 26 anos, surpreendeu tudo e todos ao vencer a Transvulcania (74,33 km, D+ 4350), em Las Palmas, Ilhas Canárias. Sem patrocinador, o norte-americano alcançou o triunfo com umas sapatilhas de… estrada. E ainda caiu no quilómetro 15…

 

No total, cerca de dois mil corredores oriundos de 45 países procuraram a glória na principal prova da Transvulcania, a primeira prova do ano da Skyrunner World Series Ultra (em oito). Os norte-americanos Hayden Hawks e Timothy Lee Freriks assumiram a liderança desde logo cedo, com o segundo a atacar próximo da metade da prova, mesmo de pois de sofrer uma queda no quilómetro 15, deixando mazelas na perna direita. Já o primeiro não aguentou o ritmo e foi perdendo posições com o decorrer da competição.

LEIA TAMBÉM
Os tempos em estrada do vencedor da Transvulcania Tim Freriks

Corredor principalmente de estrada, Freriks não diminuiu o seu anseio de vencer e surpreendentemente acabou por triunfar com o tempo de 7h02m03, novo recorde da corrida. Atrás ficaram Ludovic Pommeret (07h18m15), atual campeão do UTMB, e Zaid Ait Malek (07h26m31). Além do triunfo, de referir que Freriks correu a prova com sapatilhas de… asfalto! 

Tim Freriks da la sorpresa y se convierte en el ganador de la #Ultramaratón de #Transvulcania. ¡Entrada triunfal!

Publicado por Transvulcania, isla de La Palma em Sábado, 13 de Maio de 2017

No feminino, e sem surpresas, a vencedora foi Ida Nilsson, com 08h04m17. Atrás ficaram 2 Anne Lise Rousset (08h32m15) e Hillary Allen (08h38m46). A sueca terminou na 17.ª posição da geral e também registou um novo recorde na corrida, retirando cerca  de oito minutos ao tempo de Anna Frost.

A próxima etapa da Skyrunner World Series Ultra será na Madeira, no dia 3 de junho.

A altimetria da Transvulcania
Pedro Alves

Pedro Alves