Novos critérios de seleção para o Trilhos dos Abutres

Uma das provas mais importantes do calendário nacional, o Trilhos dos Abutres terá novos critérios de seleção para a próxima edição, revela o co-fundador e coordenador do secretariado da corrida, Cláudio Pereira, ao Corredores Anónimos. O Trilhos dos Abutres de 2018 realizar-se-á entre 26 e 28 de janeiro.

 

Cláudio Pereira recorda que a procura de inscrições foi uma constante crescente desde a primeira edição do Trilhos dos Abutres, algo que deixa muito orgulhoso a organização, admite o co-fundador da prova. «Contudo, rapidamente percebemos que era importante estabelecer um número limite de participantes de forma a preservar os trilhos e a tornar o evento ecologicamente sustentável», sustenta.

«Na primeira edição, há oito anos, as inscrições fecharam em cerca de 2 meses. Sendo a primeira edição da prova e a nossa experiência ser nula na organização de eventos do género, limitámos o número de vagas a 200 participantes de forma a podermos oferecer um produto de qualidade, sem correr muitos riscos. O feedback foi muito positivo e, a partir desse momento, o crescimento tem sido visível».

 

Uma das passagens do Trilhos dos Abutres
Uma das passagens do Trilhos dos Abutres

 

O êxito cresceu ainda mais na terceira edição, aquando foram criadas as duas distâncias que continuam até hoje, a Ultra 50km e Trail 30km. «As duas provas eram realizadas no mesmo dia e alguns trilhos eram comuns às duas provas. Mais uma vez o limite foram as questões ecológicas e ambientais que imperaram», ressalta Cláudio Pereira.

No entanto, o co-fundador e coordenador do secretariado da corrida admite que os recordes de fecho de inscrições contínuos em pouco minutos acabaram por criar dificuldades de gestão de todo o processo, «onde os servidores não conseguiam dar resposta ao número de acessos e alguns atletas, que eram totalistas, não conseguiam uma vaga. Deixou de ser viável o método de inscrição por “ordem de inscrição” e tivemos mais uma vez de impor novas regras, introduzindo o sorteio no processo».

Inscrições para o Trilhos do Abutres com novidades

Método que continua este ano, mas com novidades, revela Cláudio Pereira.

«Este ano, e na tentativa de simplificar o processo, todos os atletas têm de fazer uma pré-inscrição para evitar os transtornos dos anos anteriores e todos serão submetidos a sorteio. A organização reserva lugares para os 50 melhores atletas masculinos, para as 10 melhores atletas femininas, para as 10 melhores equipas (4 vagas) e 100 vagas para os atletas sócios da ATRP com os melhores índices», revela Cláudio Pereira.

A próxima edição do Trilhos dos Abutres apresenta os seguintes número de inscrições:

650 lugares para a Ultra Trilhos dos Abutres 50km
550 lugares para o Trilhos dos Abutres 30km
250 lugares para o Mini Trilhos dos Abutres 20km
50 lugares para o Abutres First Flight 12km (apenas para os nascidos em 2000 e 2001)

 

Trilhos dos Abutres

Picture 1 of 8

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos