Ester Alves na quarta posição na primeira etapa da Eurafrica Trail

Um dos principais nomes da elite da prova, a portuguesa Ester Alves alcançou a quarta posição na primeira etapa (50 Km e um desnível positivo de 2654 metros) da Eurafrica Trail.

 

A vencedora da primeira etapa oficial da Eurafrica Trail foi a espanhola Angels Llobera, de Maiorca, que alcançou ao mesmo tempo a sétima posição da geral (6h07). Atrás ficaram Noelia Camacho, Ana Cristina Constantin e Ester Alves, «que batalhou muito no meio da prova», revela a página do Facebook da portuguesa.

A portuguesa teve problemas de estômago, além da impossibilidade de se alimentar, o que obrigou a uma paragem imprevista de mais de 20 minutos, que acabou por limitar as hipóteses de Ester Alves.

«Vamos para a 2.ª e derradeira etapa, africana, com a Ester a posicionar-se a apenas 7 minutos do pódio e a 24 minutos da 2ª posição. Veremos a ESTER como nos habituou, recuperando quando o cansaço começa a bater as companheiras de trilho???», podemos ler.

Uma nova prova no calendário mundial do Trail 

A Eurafrica é uma prova recente do calendário mundial do Trail, é a primeira prova de Trail realizada em dois continentes. Este ano comemora o seu terceiro ano de existência, embora seja o segundo a nível intercontinental. No entanto, o seu êxito foi imediato, muito devido a filosofia inerente a corrida, um Trail que une dois continentes.

A Eurafrica Trail apresenta três etapas: o Km Vertical (foi realizado em Gilbratar na quarta-feira, mas não conta para a classificação geral da prova), uma corrida de 50 km (denominada Alcornocales 50 e realizada no Parque Natural Alcornocales, em Espanha, realizada hoje) e outra de 40 km (Talassemtane 40 e realizada no Parc National Talassemtane, em Marrocos, agendada para sábado).

«Eurafrica é a nossa oportunidade de fazer História, gerar rendimentos monetários, unir culturas diferentes através do desporto, o respeito pela natureza e a divulgação do nosso património natural e social.
Por tudo isso, Eurafrica Trail não é (apenas) uma carreira, é uma experiência completa que cria Histórias pessoais, um lugar único no mundo: o Território Eurafrica», salienta o site da prova.

No masculino, o vencedor foi Zaid Ait Malek (4h43).

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos