Não sabe onde ver o Breaking2? Clique aqui

Horas, poucas horas. Falta muito pouco para o projeto da Nike Breaking2 começar, após meses de intensos estudos e análises. Às 4h45 em Portugal deste sábado (0h45 no Brasil), o campeão olímpico Eliud Kipchoge, o duas vezes vencedor da Maratona de Boston Lelisa Desisa e o recordista do Mundo da Meia-maratona Zersenay Tadese terão a História à sua frente. E será possível ver a corrida em streaming…

 

No Autódromo de Monza, em Itália, palco de noites mágicas do Desporto automóvel, poderá acontecer algo marcante para o Atletismo mundial, concretamente o Homem correr 42,195 km em menos de duas horas. Apesar da IAAF não reconhecer o eventual registo como recorde do Mundo (atualmente em 2h02m57), a verdade é que a barreira psicológica estará superada.

LEIA TAMBÉM
Breaking2: cinco razões para estar acordado às 4h45 e talvez ver a História a acontecer

Os três atletas, ajudados por lebres, têm de dar 17,5 voltas a um percurso de 2,4 km num evento fechado e disponível apenas para convidados. Aos restantes, é necessário recorrer ao streaming, que são os seguintes:

Facebook Nike

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos