Tempo médio dos finalistas da Walt Disney World Marathon foi de… 6h00

Este ano, a Walt Disney World Marathon comemorou o seu 25.º aniversário. Uma data “redonda” que não foi ignorada pelos atletas, que fizeram questão de aproveitar ao máximo o mágico percurso. Em média, os finalistas da corrida precisaram de 6h00 para terminarem a distância.

 

Um dado parece certo na Walt Disney World Marathon, realizada no parque de Orlando, nos Estados Unidos: os participantes não se preocupam com o tempo, preferindo desfrutar do percurso e deste modo fazer parte do Mundo Mágico da Disney.

O evento deste ano contou com oito provas, que juntaram cerca de 100 mil pessoas ao longo de cinco dias: uma destinada para os mais pequenos, 5 km, 10 km, Meia-maratona, Maratona, Dopey Challenge, Goofy Challenge e Castaway Challenge. A Maratona decorreu nos quatro parques temáticos da Disney (Magic Kingdom, Disney’s Animal Kingdom, Disney’s Hollywood Studios e Epcot), mas também no complexo ESPN Wide World of Sports.

Esta talvez seja a principal razão do tempo médio da Maratona deste ano, de 6h00 (o tempo limite para cruzar a meta é de 9h00, o que comprova que o tempo, aqui, é secundário). A distância reuniu cerca de 25500 pessoas, oriundas de 88 países, muitas delas fantasiadas (nestes 25 anos, 76 atletas correram em todas as edições). Durante o trajeto, os atletas cruzaram com os emblemáticos personagens da casa de sonho norte-americana ou ouviram alguns dos clássicos dos filmes da Disney, por exemplo. Além da medalha, os finalistas levaram para casa, entre outros objetos e brindes, as orelhas do Mickey.

Em termos de comparação, as médias das maratonas de Boston, Londres, Chicago e Nova Iorque foram 3h58, 4h30, 4h47 e 4h37, respetivamente

Estados Unidos voltam a vencer na Walt Disney World Marathon

A Maratona deste ano ficou marcada devido ao triunfo de um norte-americano, algo que não acontecia há 14 anos, terminando deste modo com o domínio brasileiro nas últimas sete edições (seis vitórias , incluindo as últimas quatro). A honra coube a Nick Hilton, o quarto atleta dos Estados Unidos a vencer a prova em 25 anos (o último tinha sido Matthew Dobson).

Os vencedores da Walt Disney World Marathon
Os vencedores da Walt Disney World Marathon

Hilton terminou a corrida com o registo de 2h17m52, alcançando o tempo necessário para as qualificações norte-americanas dos Jogos Olímpicos de 2020. Atrás ficaram o brasileiro Vanilson Neves (2h20m25) e o norte-americano Nicholas Caprario (2h21m31).

De referir que o Brasil não foi para casa sem vitória, já que Giovanna Martins, de São Paulo, assegurou a vitória na prova feminina (2h47m22), a terceira da sua carreira nos últimos quatro anos.

A Walt Disney World Marathon é a primeira atividade ligada ao Mundo da Corrida do grupo Disney. As outras provas realizada em Orlando, na Florida, são as seguintes:

Meia-maratona das Princesas (22-25 de fevereiro)
Meia-maratona Star Wars (19-22 de abril)
Meia-maratona Vinho & Ceia (1-4 de novembro)

De referir que a Disneyland Paris também realiza um evento dedicado ao Mundo da Corrida, integrado na Disneyland Paris Magic Run Weekend, agendado este ano entre 20 e 23 de setembro, sendo a Meia-maratona a prova principal.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos