Jim Walmsley estabelece novo recorde do Mundo das 50 milhas (80,4 km)

Um dos principais nomes do Mundo da Corrida nos nossos dias, Jim Walmsley não alcançou o seu objetivo de superar o recorde do Mundo das 100 milhas (160 km), mas isso não o impediu de alcançar o registo mundial nas 50 milhas…

Numa iniciativa organizada pela Hoka One One, Jim Walmsley correu as 50 milhas em 4h50m08, ou seja, a um ritmo médio de 3m36/km, superando deste modo o registo de Bruce Fordyce (4h50m51), que datava de… 1983.

LEIA TAMBÉM
Sem nada para fazer no fim-de-semana? E que tal um documentário sobre Jim Walmsley, uma referência do Trail nos dias de hoje?

Jim Walmsley terminou as 100 milhas com o tempo de 6h55m25, num esforço que teve como objetivo finalizar a prova, pois só assim o recorde do Mundo das 50 milhas poderia ser validado. O norte-americano quebrou nas últimas 20 milhas, que foram concluídas em 2h05m17, ou seja, a um “pace” de 6m24/km.

O vencedor do desafio foi o japonês Hideaki Yamauchi, com 6h19m55. Um tempo que não foi suficiente para superar o registo do compatriota Nao Kazami (6h09m14), detentor do recorde do Mundo da distância.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos