Do Inferno do cancro no estômago para a glória da Maratona do Rio de Janeiro

Erick Ferrari foi um dos finalistas da Maratona do Rio de Janeiro, mas foi um finalista muito particular, já que a sua história é um exemplo para todos. Há pouco tempo, o comissário de bordo esteve próximo da morte devido a um cancro no estômago…

 

Erick Ferrari, de 36 anos, alcançou o Paraíso após concluir no domingo a Maratona do Rio de Janeiro. No entanto, nos meses anteriores, a verdade é que o brasileiro viveu um autêntico Inferno devido a um cancro, sendo alvo de intervenção cirúrgica ao estômago e passando pela sempre incómoda, indesejável e dolorida quimioterapia. Na altura do diagnóstico, a sua probabilidade de sobrevivência, segundo os médicos, era apenas de 18,9%…

«Hoje tenho 90% de oportunidade de sobreviver nos próximos quatro anos e o meu intuito é ser digno deste milagre. Neste momento, quero fazer mais e reclamar menos, manter o bom humor e agradecer. Pretendo correr por muito tempo para mostrar a quem ainda está a lutar que é possível, que há vida depois do pesadelo», afirmou Ferrari ao site brasileiro Globo Esporte.

 

LEIA TAMBÉM
Quenianos dominam Maratona do Rio de Janeiro

 

O brasileiro revela ainda que encontrou forças precisamente na corrida para prosseguir a sua particular luta pela vida.

«Sou maratonista e ninguém me vai tirar isso», chegou a afirmar, apesar dos diagnósticos pessimistas dos médicos.

No domingo, e contra todas as previsões, o «maratonista» conseguiu o seu objetivo e correu mais uma Maratona na sua vida, esta realmente muito especial. No final, após receber a medalha, Ferrari fez questão de entregar a mesma ao médico que o operou, o francês Najim Chafai (que correu os 21 km), num gesto de agradecimento enorme por este lhe ter salvado a vida.

Publicado por Maratona do Rio em Domingo, 18 de Junho de 2017

 

De referir que ambos terminaram a prova ao mesmo tempo…

 

Publicado por Maratona do Rio em Domingo, 18 de Junho de 2017

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos