Corrida Popular da Costa Nova 2018 com novidades

A Corrida Popular da Costa Nova 2018 terá algumas novidades, entre elas uma que vai de encontro ao que muitos solicitavam. Haverá ainda uma maior aposta na internacionalização.

 

Uma das caraterísticas da prova é exigir mínimos de participação? Porque resolveram tomar essa decisão, algo raro no nosso país, ainda mais em provas de 10 km?
Terminada que está a quarta edição da prova, já o reconheci, publicamente, que talvez a imposição de “mínimos de participação” tenha acontecido cedo demais por uma série de razões – mas já lá vamos. Os “mínimos”, apesar de acessíveis, tinham por objetivo estimular o espírito de competição entre os atletas populares, para além de ter o mérito de criar rigor nos blocos de partida, mas há quem não se sinta à vontade com este novo conceito porque entende, por exemplo, que os atletas populares não têm de estar sujeitos a pressões desse tipo. Há que respeitar, mas sempre ouvi dizer que a evolução não se faz sem resistência.

 

Carla Marinho não sabe se defenderá o seu triunfo na Corrida Popular da Costa Nova 2018
Carla Marinho ganhou a Corrida Popular da Costa Nova feminina com o tempo de 34m39

 

Como analisa essa decisão nestes quatro anos? Quais foram os mínimos para este ano? E quem define esses mínimos, como serão calculados os mesmos, por exemplo, para a Corrida Popular da Costa Nova 2018?
Os “mínimos” para este ano, como atrás referi, eram bastante acessíveis: 60 minutos para os homens e 75 minutos para as mulheres. A definição desses mínimos é feita por uma comissão técnica do Atletas.net, que analisou dados estatísticos e imagens de vídeo de várias provas. A medida, no entender da nossa equipa de trabalho, vai em linha com o conceito da prova, mas importa dizer que respeitamos quem não concorde e por isso, em 2018, os mínimos de participação não vão acontecer, embora iremos exigir comprovativos de tempo obtido apenas para quem indicar fazer menos de 40 minutos (grupo da frente do pelotão). Isto para que haja uma melhor organização da partida, até por questões de segurança.

Corrida Popular da Costa Nova 2018 será a 14 de julho

Apesar da decisão pertencer única e exclusivamente da organização da prova, a verdade é que ainda hoje há muitas críticas nas redes sociais por limitarem a participação. Entende essas críticas?
Respeito a multiplicidade de opiniões, mas seria hipócrita se dissesse que entendo todas as críticas, até porque a esmagadora maioria é vazia de conteúdo. Um exemplo: dizer que “é um disparate” só porque sim ou porque “isso não se vê em lado nenhum” não são argumentos válidos. A única crítica construtiva que li foi a de que a medida é de facto interessante, mas num contexto de grande procura de inscrições. E nesse ponto só tenho de dar a mão à palmatória e assumir as responsabilidades por inteiro.

A Corrida Popular da Costa Nova 2018 será a quinta edição. Teremos alguma novidade, além de não apresentarem mínimos de participação?
A 5ª Corrida Popular da Costa Nova está agendada para 14 de julho de 2018 e terá prémios monetários pela primeira vez no seu historial, com bónus extra por marcas obtidas. À distância de um ano ainda não conseguimos dizer o valor do “prize money”, mas acreditamos que possa ser motivador para termos os melhores atletas portugueses. Outra das novidades é a intensificação da internacionalização do evento, em especial na vizinha Espanha.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos