Chris Froome abandona a bicicleta para correr a Maratona de Paris

Três vezes vencedor do Tour, considerada por muitos como a prova mais dura no Mundo do Desporto, Chris Froome vai ser uma das atrações da Maratona de Paris, agendada para domingo, dia 9 de abril.

 

 

Após a Volta a Catalunha e antes da clássica Liége-Bastogne-Liége, no próximo dia 23 de abril, Chris Froome decidiu abandonar por momentos a bicicleta para correr a Maratona de Paris, que tem como lema este ano «os 41.195 metros na cidade mais bonita do Mundo».

LEIA TAMBÉM
«Abril, águas mil»… de Maratonas

Além de ter ganho três Tours, em 2013, 2015 e 2016 (ficou em segundo em 2012), Froome, considerado um dos grandes ciclistas da atualidade, conquistou duas medalhas de bronze olímpicas no contrarrelógio, em Londres12 e Rio16. Por duas vezes foi considerado o melhor ciclista do Mundo, em 2013 e 2015.

Froome ganhou três Tours e é o atual campeão da prova
Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos