Kenenisa Bekele acredita que pode correr a Maratona em 2h01m30

Tricampeão olímpico, o etíope Kenenisa Bekele, de 34 anos, o segundo homem mais rápido do Mundo na Maratona, voltou a afirmar que acredita que pode retirar cerca de 90 segundos ao recorde mundial da distância antes da sua reforma.

 

Um dos nomes de sempre do Atletismo mundial e ainda recordista do Mundo nos 5000 metros (12m37s35) e nos 10000 metros (26m17s53), Bekele, que tem como melhor marca na Maratona 2h03m04 (Berlim 2016), acredita que poderá correr a distância em 2h01m30, algo que afirmou curiosamente em janeiro último, aquando da Maratona do Dubai, que acabou por abandonar a prova devido a uma lesão.

No entanto, com o aproximar da Maratona de Berlim, a 24 de setembro, o etíope voltou a revelar a sua convicção. Recorde-se que o recorde do Mundo da Maratona está na posse de Dennis Kimetto, obtido em Berlim, há três anos (2h02m57).

«Estou confiante, a minha preparação está a decorrer como planeado. Estou fisicamente bastante bem.»

A Maratona de Berlim é sempre aguardada com enorme expetativa, este ano ainda mais do que nos anos anteriores devido a presença de Bekele, mas também de Eliud Kipchoge e Wilson Kipsang, o que faz prever uma prova de sonho nas ruas da capital alemã.

 

THREE CHAMPIONS. TWO HOURS. ONE DREAM.

THREE CHAMPIONS. TWO HOURS. ONE DREAM.Wilson Kipsang, Kenenisa Bekele und Eliud Kipchoge gehen am 24. September auf Weltrekordjagd. Was meint ihr, wer das Rennen beim BMW BERLIN-MARATHON 2017 macht?#beatberlinWR #beatberlin42 Hier stehen alle Hintergründe zu den drei Top-Athleten: http://bit.ly/2wFq8IZWilson Kipsang, Kenenisa Bekele and Eliud Kipchoge will attack the official world record on September 24th. What do you believe – who will win the BMW BERLIN-MARATHON 2017? #beatberlinWR #beatberlin42 Here you can read backround information about the three champions: http://bit.ly/2wOGjUU

Publicado por BERLIN-MARATHON em Terça-feira, 29 de Agosto de 2017

 

LEIA TAMBÉM

Depois de Kipchoge e Kipsang, Maratona de Berlim assegura Kenenisa Bekele

Bekele sofre queda e falha recorde do Mundo da Maratona

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos