Aberu Zennebe vence Maratona de Valência sem recorde

A etíope Aberu Zennebe foi a grande vencedora da Maratona de Valência, embora não tenha alcançado o recorde da prova, como aconteceu na corrida masculina.

 

Zennebe, que alcançou o quarto lugar na Maratona de Valência no ano passado, terminou a corrida com o tempo de 2h26m17, não superando assim o melhor registo da corrida, que está na posse da queniana Valary Jemeli Aiyabei, que, em 2016, correu o percurso em 2h24m49.

Nas posições seguintes ficaram a bielorrusa Volha Mazurionak, segunda colocada na Maratona de Londres este ano, com 2h27m14. na terceira posição ficou Winny Jepkorir, com 2h27m18.

LEIA TAMBÉM
Nunca se correu tão rápido na Maratona em Espanha como em Valência

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos