Spanovic perde medalha de ouro devido a queda do seu dorsal

No salto em comprimento, a sérvia Ivana Spanovic perdeu provavelmente a medalha de ouro devido a queda do seu dorsal em consequência de um alfinete mal posto.

 

No seu último salto, Spanovic, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e campeã da Europa indoor, alcançou possivelmente mais do que 7m00, sendo que, para a medalha de ouro, era necessário saltar mais do que os 7m02 do que a norte-americana Britney Reese, o que eventualmente terá acontecido.

No entanto, o marcador registou apenas 6m91 (a um centímetro da medalha de bronze), o que causou espanto no Estádio Olímpico. Após a repetição compreendeu-se o que aconteceu: em pleno voo, um alfinete do dorsal das costas da atleta soltou e o mesmo entrou em contato com a areia, atrás do corpo de Spanovic. O dorsal acabou por deixar uma marca, que foi a marca registada pelos juízes.

Apesar de uma reclamação da federação sérvia, a IAAF ressaltou que os juízes aplicaram os regulamentos, que ditam que a marca efectuada pelo atleta a considerar é a mais perto da chamada.

 

 

Como curiosidade, refira-se que, a partir de Novembro, a entidade que rege o Atletismo mundial vai igualar os saltos horizontais aos verticais, o que significa que o atleta escolhe se usa o dorsal à frente ou atrás, visto que só é obrigado a usar um.

 

LEIA TAMBÉM

Erro infantil de queniana “oferece” vitória aos Estados Unidos nos 3.000m obstáculos femininos

Dafne Schippers confirma e conquista título mundial nos 200 metros

Mundial de Londres vai ter saudades da mascote Hero

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos