Queniano Eliud Kipchoge vai atacar o recorde do Mundo da Maratona em Berlim

O queniano Eliud Kipchoge, “o homem das 2h00”, confirmou que vai tentar bater o recorde do Mundo da Maratona em Berlim, no dia 24 de setembro.

 

Depois de correr a distância da Maratona em 2h00m25 no projeto Breaking2, o queniano Eliud Kipchoge regressa a Berlim para tentar superar o recorde oficial da distância, que está na posse de Dennis Kimetto e é de 2h02m57. Ou seja, no dia 24 de setembro, o Mundo do Running vai parar para ver um dos especialistas da modalidade, precisamente no palco preferido dos recordistas mundiais da Maratona. No top 10 dos melhores tempos de sempre, a capital da Alemanha sustenta seis dos 10 registos mundiais.

 

Posição Tempo Atleta País Data Local
1
2:02:57
Dennis Kimetto
Quénia
28 de setembro de 2014
Berlim
2
2:03:03
Kenenisa Bekelele
Etiópia
25 de setembro de 2016
Berlim
3
2:03:05
Eliud Kipchoge
Quénia
24 de abril de 2016
Londres
4
2:03:13

Emmanuel Mutai

Quénia
28 de setembro de 2014
Berlim
2:03:13
Wilson Kipsang
Quénia
25 de setembro de 2016
Berlim
6
2:03:23
Wilson Kipsang
Quénia
29 de setembro de 2013
Berlim
7
2:03:38
Patrick Makau
Quénia
25 de setembro de 2011
Berlim
8
2:03:42
Wilson Kipsang
Quénia
30 de outubro de 2011
Frankfurt
9
2:03:45
Dennis Kimetto
Quénia
13 de outubro de 2013
Chicago
10
2:03:51
Stanley Biwott
Quénia
24 de abril de 2016
Londres

 

Kipchoge tem como melhor tempo pessoal 2h03m05, o terceiro melhor tempo de sempre, alcançado em Londres 2016. De referir que o etíope já conhece o trajeto da Maratona de Berlim, onde correu e venceu em 2015, com o tempo de 2h04m00.

 

O percurso que o queniano Eliud Kipchogeda vai correr na Maratona de Berlim
O trajeto da Maratona de Berlim que o queniano Eliud Kipchoge vai correr

 

Lebres vão correr a 2m55 para o queniano Eliud Kipchoge

«Depois de romper a barreira das duas horas em Monza, Berlim é o lugar perfeito para atacar o recorde», defendeu Kipchoge num vídeo.

Para alcançar o recorde do Mundo, as lebres da prova terão de correr a um ritmo de 2m55/km.

Recorde-se que, aquando correu o Breaking2 em 2h00, Kipchoge lamentou não ter corrido a Maratona em menos de 2h00, mas confessou que era um homem feliz. «Hoje eu aprendi que o impossível é possível», afirmou na altura (leia aqui).

Agora é saber se o queniano estará novamente feliz no dia 24 de setembro…

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos