Campeão mundial dos 100m ignorado nos Prémios de Melhor do Ano da IAAF

A IAAF, entidade que rege o Atletismo mundial, ignorou Justin Gatlin na escolha do Melhor Atleta do Ano (IAAF Athletics Awards 2017). Recorde-se que o norte-americano causou a principal surpresa do ano após derrotar Usain Bolt no Mundial de Londres.

 

A não inclusão de Gatlin é a principal surpresa dos 10 nomes masculinos revelados pela IAAF, principalmente pelo norte-americano ter terminado com o reinado de Usain Bolt nos 100 metros (o jamaicano foi distinguido com este prémio em 2008, 2009, 2011, 2012, 2013 e 2016), precisamente no Mundial de Londres (não podemos esquecer que Gatlin conquistou ainda a medalha de prata nos 4×100 metros na mesma competição).

Recorde-se que o presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo, Sebastian Coe, tinha admitido que o triunfo de Justin Gatlin no Mundial de Londres não tinha sido «o guião ideal» (leia aqui).

Dos nomeados, Mo Farah, Elijah Manangoi, Omar McLeod e Wayde van Niekerk representam o segmento da corrida na eleição da IAAF, que escolheu os seguintes atletas:

Mutaz Essa Barshim (QAT), salto em altura
Pawel Fajdek (POL), lançamento do martelo
Mo Farah (GBR), 5000 e 10000 metros
Sam Kendricks (USA), salto com vara
Elijah Manangoi (KEN), 1500 metros
Luvo Manyonga (RSA), salto em comprimento
Omar McLeod (JAM), 110 metros barreiras
Christian Taylor (USA), triplo salto
Wayde van Niekerk (RSA), 200 e 400 metros
Johannes Vetter (GER), lançamento do dardo

Almaz Ayana procura o “bicampeonato”

No feminino, destaque para a presença da fundista etíope Almaz Ayana, vencedora do ano passado. No entanto, a principal favorita para o prémio deste ano é a sul-africana Caster Semenya.

As 10 nomeadas são as seguintes:

Almaz Ayana (ETH), 5000 e 10000 metros
Maria Lasitskene (ANA), salto em altura
Hellen Obiri (KEN), 5000 metros
Sally Pearson (AUS), 100 metros barreiras
Sandra Perkovic (CRO), lançamento do disco
Brittney Reese (USA), salto em comprimento
Caster Semenya (RSA), 800 e 1500 metros
Ekaterini Stefanidi (GRE), salto com vara
Nafissatou Thiam (BEL), heptatlo
Anita Wlodarczyk (POL), lançamento do martelo

 

As nomeadas de 2017 da IAAF
As nomeadas de 2017 da IAAF

 

De referir que o vencedor será conhecido a 24 de novembro, no Mónaco. No entanto, dos 10 nomeados, a lista ficará reduzida a 3 no próximo 16 de outubro em cada categoria. Os interessados podem votar através das contas do Twitter e Facebook da IAAF, cuja votação representará 25%. Os restantes 75% estão divididos entre os membros do conselho da IAAF (25%) e a “IAAF Family” (50%).

No historial do prémio, cuja primeira edição ocorreu em 1988, com os triunfos de Carl Lewis e Florence Griffith-Joyner. O principal vencedor é Bolt, com os seus seis títulos. No feminino, a russa Yelena Isinbayeva (2004, 2005 e 2008), salto com vara, é a principal vencedora.

 

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos