Laura Muir prepara Mundial de Pista Coberta a correr com homens

Campeã europeia em pista coberta nos 1500 e 3000 metros, Laura Muir conquistou o título escocês no passado fim-de-semana nos 3000 metros correndo contra… homens. 

 

Como preparação para o Mundial de Birmigham de Pista Coberta entre 1 e 4 de março, Laura Muir realizou a sua primeira corrida “indoor” do ano, registando 8m37s21 nos 3000 metros, numa prova mista que teve como vencedor o seu companheiro de treino Sol Sweeney, com 8m19s03.

«O primeiro quilómetro foi bastante veloz. Estava um pouco eufórica na partida, o que acabou por fazer com que sofresse no final. Mas estou contente apesar de tudo, principalmente por correr novamente rápida», afirmou Muir, detentora do recorde europeu na distância com o registo de 8m26s41.

Muir está bastante confiante para o Mundial e acredita que alcançará um bom resultado perante o seu público, principalmente devido aos seus treinos, que estão a correr melhor do que o esperado.

«Em março estarei decididamente mais veloz», garantiu à imprensa inglesa.

LEIA TAMBÉM
Juíza impede Laura Muir de festejar

Britânica Laura Muir estabelece novo recorde da Europa dos 3.000 metros em Pista Coberta

 

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos