Inês Henriques campeã mundial com recorde do Mundo

Depois do bronze de Nelson Évora, foi a vez de Inês Henriques conquistar mais uma medalha para Portugal em Londres, desta vez a de ouro. Nos 50 km marcha, prova inédita no calendário dos Mundiais, a portuguesa registou ainda o recorde do Mundo da modalidade (o primeiro na competição), que estava na sua posse.

 

Londres2017

#teamportugal #london2017

Publicado por Federação Portuguesa de Atletismo em Domingo, 13 de Agosto de 2017

 

Com sete marchadoras na linha da meta, finalmente os 50 km marcha teve a sua prova feminina em Mundiais, algo ambicionado há muito pelas atletas. Evidentemente que Inês Henriques, detentora do recorde do Mundo (4h08m26), era a principal favorita, mas a verdade é que as surpresas estão a ser muitas nos Mundiais de Londres, como aconteceu ontem, por exemplo, com a derrota de Mo Farah e a lesão em plena prova de Usain Bolt.

 

A largada conjunta dos 50 km marcha, com Inês Henriques
A largada conjunta dos 50 km marcha, com Inês Henriques

 

Mas a verdade é que a portuguesa não desiludiu. Comandando desde o início da prova, Inês Henriques ditou um ritmo avassalador desde o início, sendo acompanhada pela chinesa Hang Yin, que, após o 30.º quilómetro, quebrou e deixou via aberta para a portuguesa, que, garantida a medalha de ouro, começou a lutar pelo recorde do mundo, o que acabou por acontecer. No final, vitória com o tempo de 4h05m56. Inês Henriques fez questão de terminar a prova com a bandeira de Portugal nas mãos.

LEIA TAMBÉM

Atleta que colocou os 50km marcha no calendário dos Mundiais foi eliminada aos 8km

Inês Henriques: «Isto é a recompensa de 25 anos de trabalho»

Na segunda posição ficou Yin, com o tempo de 4h08m58, numa grande prestação da asiática, que alcançou o seu melhor tempo da Ásia. O bronze foi para outra chinesa, Shuqing Yang, com 4h20m49.

 

O número de Inês Henriques para recordar: 224
O número de Inês Henriques para recordar: 224

 

João Vieira muito próximo do recorde nacional

Entretanto, no masculino, o vencedor foi o francês Yohann Diniz, neto de português, com o tempo de 3h33m12, novo recorde dos Campeonatos do Mundo e segundo melhor registo de sempre. Atrás ficaram os japoneses Hirroki Arai (3h41m17) e Kai Kobayashi (3h41m19).

 

Yohann Diniz foi responsável por uma grande prova nos Mundiais de Londres
Yohann Diniz foi responsável por uma grande prova nos Mundiais de Londres

 

Nota também para a extraordinária corrida do português João Vieira, que terminou no 11.º lugar com o tempo de 3h45m28, um registo muito próximo do recorde nacional que está no seu poder, concretamente de 3h45m17, alcançado em 2012.  O outro português em prova, Pedro Isidro, alcançou o tempo de 4h02m30, o 32.º registo da classificação geral.

 

Brilhante corrida de João Vieira
Brilhante corrida de João Vieira
Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos