Atleta ignora falsa partida e corre 200 metros sozinho

Na etapa da Liga Diamante de Rabat, uma das imagens marcantes da reunião foi protagonizada pelo marroquino Adil Briami, que, após uma falsa partida nos 3000 metros, correu cerca de 200 metros sozinho como se a prova estivesse a decorrer…

 

Extremamente concentrado, o marroquino não percebeu que a corrida tinha sido cancelada devido a uma falsa partida de um adversário. Sem olhar para os lados e focado apenas em si e na sua prestação e estratégia, Briami continuou a correr durante cerca de 200 metros, embora sozinho na pista, sem ninguém ao seu lado. Apesar do público o tentar informar com gritos d bancada, a verdade é que Briami apenas parou quando os juízes o avisaram que a corrida não era válida.

 

 

O marroquino voltou então à linha de partida e, após o tiro, repetiu a estratégia, que foi liderar o quanto possível a prova dos 3000 metros, algo que aconteceu por largos momentos. No entanto, Briami não resistiu e acabou por abandonar a corrida, para desilusão do público local. No entanto, os marroquinos comemoram a vitória de outro corredor local, Abdelaati Iguider, com o tempo de 7m37s82. Atrás ficaram o espanhol Adel Mechaal (7m38s35) e o também marroquino Soufiyan Mouqantar (7m38s65).

 

 

Elaine Thompson brilha mais uma vez na Liga Diamante

A etapa de Rabat ficou ainda marcada por uma nova vitória de Elaine Thompson. Em Marrocos, a atual rainha da velocidade alcançou a 14.ª vitória consecutiva nos 100 metros. A norte-americana registou 10s87, menos três centésimos que Marie-Josee Ta Lou. A atleta da Costa do Marfim provou mais uma vez que poderá lutar com Thompson no Mundial de Londres, em agosto, juntamente com a holandesa  Dafne Schippers. Recorde-se que Thompson venceu a etapa de Paris da Liga Diamante sem sapatilhas de bico.

Nota também para o “fiasco” de Caster Semenya, campeã olímpica nos 800 metros. Nos 400 metros, a sul-africana terminou na sétima posição. A corrida foi ganha por Shaunae Miller, com 49s80, o seu quarto registo do ano a correr a distância em menos de 50 segundos. Já Semenya terminou a prova com 51s53, num sprint final para não terminar… em última.

LEIA TAMBÉM
África tem finalmente uma etapa da Liga Diamante

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

Gostou? Partilhe pelos amigos