Usain Bolt realiza testes no Dortmund em março

O homem mais rápido do mundo, Usaind Bolt, sempre revelou o seu sonho em jogar futebol. A realidade pode estar próxima (ou não…), já que, em março, o jamaicano vai realizar testes no Borussia Dortmund.

 

Em declarações ao jornal Daily Express, Usain Bolt revelou que vai realizar alguns testes em março com o intuito de jogar no clube alemão do Borussia Dortmund, tendo como objetivo ter uma carreira de futebolista.

«Em março realizarei uns treinos com o Dortmund e depois verei o que será da minha carreira. Se disserem que tenho algum talento e que preciso de alguns treinos, estou disposto a tentar», afirmou Bolt, hoje com 31 anos. 

«Estou nervoso! Não costumo estar nervoso, mas isto é algo totalmente diferente, é futebol. Acredito que precisarei de algum tempo para me adaptar, mas acredito que, após alguns jogos e treinos, conseguirei.»

O sonho de Bolt é jogar no Manchester United

Bolt, adepto fanático do Manchester United, referiu que troca constantemente mensagens com o médio gaulês Paul Pogba, jogador dos red devils, que lhe passa alguns treinos para o jamaicano ter conhecimento do que é necessário fazer nos treinos de um clube de futebol.

«Um dos meus grandes sonhos da vida é assinar pelo United. Se o Dortmund disser que sou suficientemente bom, vou treinar muito e forte. Já falei com Alex Ferguson, que disse que, se eu estivesse bem em termos físicos, veria o que poderia fazer.»

LEIA TAMBÉM
Michael Johnson não acredita que os recordes de Bolt serão superados tão cedo

Gatlin acredita que Bolt voltará a correr dentro de um ano

Usain Bolt no PES 2018 é o jogador mais rápido do videojogo

Bolt afirmou ainda ao Daily Express que tem uma possibilidade em ser jogador de futebol, salientou que vê muito futebol e que entende o jogo. «Com treino posso ser um bom jogador», salientou.

O jamaicano deixou claro ainda que pretende jogar numa das principais ligas do Mundo, que não ficaria satisfeito se jogasse numa liga intermédia.

Agora é esperar por março e ver se Bolt não vai surpreender novamente o Mundo, como aconteceu em Pequim2008.

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos