A banana de José Mourinho é viral nas redes sociais

José Mourinho descascou uma banana para Rojo comer em pleno jogo com o Rostov. A cena já é viral nas redes sociais. Mas o Desporto mundial aguarda com expetativa as próximas perfomances de Russell Westbrook, que poderá superar um recorde de cerca de 55 anos na NBA.

 

Russell Westbrook cada vez mais perto do recorde
Russell Westbrook comandou mais uma vez a vitória dos Oklahoma City Thunder, agora diante dos Toronto Raptors, por 123-102. A estrela da NBA registou novo triplo-duplo (24 pontos, 10 ressaltos e 16 assistências), o 34.º da temporada (média de 31,8 pontos, 10,6 ressaltos e 10,3 assistências). Westbrook tem agora 14 jogos para igualar o registo de Oscar Robertson, que, na época de 1961/62, alcançou 41. O jogo ficou ainda marcado por uma singular assistência de Westbrook…

 

Barcelona e Real Madrid lutam por nova estrela do Brasil
Vinícius Jr., do Flamengo, de apenas 16 anos, atualmente a disputar o Sul-americano Sub-17, é a nova estrela do futebol brasileiro. Os principais clubes do Mundo, como Barcelona e Real Madrid, já estão em “guerra” pelo jogador, que tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

 

LEIA TAMBÉM
Dulce Félix: «Era uma grande ideia atravessar a Ponte 25 de Abril»

 

A banana de Mourinho
No triunfo do Manchester United-Rostov para a Liga Europa, com vitória dos locais por 1-0, o momento da partida não foi o tento de Mata, mas a “banana de José Mourinho”. O treinador português descascou a fruta, entregou a Young, que deu a Rojo. Evidentemente que a cena tornou-se viral…
«O corpo chega ao limite e precisa de algo. O jogador pediu uma banana e foi o que fizemos. Embora a situação não seja agradável, temos de respeitar a condição física do jogador», afirmou Mourinho.

 

Um combate de MMA para além do ringue
O combate entre Vladímir Minéev e Aziz Dzhumaniyázov extrapolou o campo desportivo quando o público não ficou satisfeito com a atitude de um dos combatentes. O ringue ficou mais amplo…

 

Kris Bockemans impede Justin Jules de avançar na Nokere-Koerse
A etapa da clássica Nokere-Koerse ficou marcada por Kris Bockemans, que impediu a progressão do francês Justin Jules, considerando que o gaulês estava a colocar em risco a segurança do pelotão. O vídeo já está a causar polémica, pois alguns defendem o belga e outros condenam a sua atitude.
O diretor desportivo da equipa de Boeckmans afirmou que o seu ciclista não gostou da atitude de Jules e que apenas queria falar com os juízes da corrida, enquanto a formação do francês referiu que os seus ciclistas tinham alcançado uma posição à frente o pelotão. «Boeckmans procurou encontrar uma posição e Jules não o permitiu. Foi quando o belga perdeu a cabeça», referiu o diretor, Frederic Amorison.

LEIA TAMBÉM
Eurosport junta na mesma corrida Jesse Owens, Carl Lewis e Usain Bolt

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos