Tecnologia é sinónimo do Andorra Ultra Trail Vallnord

andorra

A Ronda dels Cims arrancou esta sexta-feira e uma das novidades da prova é a uma aplicação que permitirá enviar a localização dos atletas em caso de emergência. Mas há mais novidades tecnológicas, que aproximam cada vez mais os atletas dos familiares, amigos e público…

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado!

 

A oitava edição de Andorra Ultra Trail Vallnord, que conta com cinco provas, sendo Ronda dels Cims a prova rainha, conta com mais de 400 voluntários, cerca de 125 profissionais e mais de 3 mil atletas (recorde) oriundos de 41 países (França, Espanha, Andorra, Estados Unidos, Portugal, China , República Checa, Japão, Uruguai, Martinica, África do Sul, Polinésia Francesa, etc.).

A grande novidade deste ano é a app Andorra Ultra Trail, uma aplicação disponível no Android e Iphone, que permitirá, entre outras funcionalidades, enviar a localização exata, por SMS, em caso de emergência. Mas será possível também visualizar um mapa com a localização de todos os corredores durante as corridas. Há ainda a possibilidade de seguir o Andorra Ultra Trail Vallnord com imagens em direto dos corredores, mas também entrevistas, panorâmicas gravadas com drones…

Foto: AUTV/Gemma Pla

Gostaste do artigo? Faz Gosto ou Partilha com os teus amigos!
Pedro Alves

Pedro Alves

O futebol sempre acompanhou a minha vida, assim como a natação e o voleibol. As tardes no Estádio do Maracanã, primeiro nas arquibancadas com o meu pai e depois com a “torcida” do Flamengo, são momentos que continuam a marcar as minhas recordações, principalmente a ver Zico a jogar. Em Portugal desde 1989, aos poucos o futebol e o voleibol perderam o seu espaço de prática, mas não de interesse (nesse aspeto o futebol é insubstituível, principalmente a seleção brasileira – como “doeu” os 1-7 da Alemanha… -, o Flamengo e o Barcelona). Se no Brasil a corrida era algo supérfluo, nos últimos anos acabou por ganhar a sua devida importância, primeiro como um hábito de saúde e bem-estar, depois como um desafio pessoal, concretamente terminar uma maratona, feito alcançado no Porto, em 2011. Com mais três no curriculum (duas em Lisboa e uma no Funchal), agora o objetivo é correr a primeira maratona internacional.

Gostou? Partilhe pelos amigos